SINOPSES

A Editora Arqueiro divulgou que “Lady Whistledown Contra-Ataca” será lançado em outubro

A Editora Arqueiro atualizou recentemente sua lista de lançamentos e os fãs das autoras Julia Quinn, Mia Ryan, Suzanne Enoch e Karen Hawkins já podem comemorar, “Lady Whistledown Contra-Ataca”, será lançado em outubro!

Páginas: 352LadyWhistledowncontraataca_CapaWEB

Tradução: Marcelo Schild, Rachel Agavino, Maria Carmelita Dias e Janaína Senna

Comprar

Trecho

Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.

Quem roubou o bracelete de lady Neeley?

Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Julia Quinn encanta…

Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.

Mia Ryan delicia…

Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina…

Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz…

Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.

Eu não gostei desta notícia, eu amei! Se já estava louca devido ao lançamento dos livros da duologia Agentes da Coroa, imagina agora com mais este, ai ai ai, pobre cofrinho, hahaha!

Para os leitores que ainda não conhecem a Lady Whistledown, recomendo fortemente a leitura de Os Segredos de Colin Bridgerton, o quarto livro da série “Os Bridgertons”, tenho certeza que não vão se arrepender, hihi!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Primeira Leitura Finalizada do Torneio MLV: A Caminho do Altar – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #8)

Oii, boa noite leitores!

No decorrer da semana, vou postar as resenhas dos respectivos livro que li durante o Torneio MLV. O mesmo começou dia 07 de Janeiro e escolhi como primeira leitura, “A Caminho do Altar”, da minha autora queridinha Julia Quinn. Eu sou apaixonada pela série “Os Bridgertons” e só de pensar que este é o último, o coração fica apertado.

IMG_20170122_162610

Gregory Bridgerton é o filho caçula da família Bridgerton e ao contrário dos outros familiares que relutaram quanto ao amor, ele não somente acredita como busca sua alma gêmea. Acredita que quando a encontrar sentirá algo que nunca sentiu antes, um sentimento diferente e é exatamente assim que acontece quando se depara com a nuca de Hermione Watson. O problema é que a jovem em questão já está apaixonada por um outro rapaz.

Hermione é a típica jovem que atrai a atenção por onde passa, seu charme é incomparável. A mesma é apaixonada por um dos empregados do pai e sabe que o relacionamento sofrerá fortes objeções por parte da família, amigos e pela sociedade. Sua melhor amiga Lucinda Abernathy não aprova esta relação e por isso quando percebe que um dos rapazes da família Bridgerton está profundamente apaixonada pela amiga, resolve ajudá-lo.

Lucinda já está de casamento marcado, seu tio lhe prometeu a um homem e apesar dela não estar de pleno acordo, pelo menos, sente que o rapaz pode lhe proporcionar uma vida calma. A jovem possui uma forte personalidade e se surpreende quando percebe que está se apaixonando por Gregory.  Resta apenas saber se o mesmo perceberá que o amor pode estar mais próximo do que se imagina e se estará disposto a lutar contra um casamento arranjado e fortes segredos de família.

IMG_20170122_164909

O prólogo começa com Gregory entrando em uma igreja, prestes a impedir um casamento, esse começo por si já é emocionante, não há como saber se é da Hermione ou da Lucinda, o que torna tudo mais empolgante, hihi.

O desfecho não poderia ter sido mais adorável, foi apaixonante conhecer o caçula da família Bridgerton e poder torcer e estar junto em um momento tão ímpar de sua vida. Além do mais, não poderia deixar de mencionar o quão bom foi poder rever outros Bridgertons.

Ah! Julia, Julia. Fui cativada por sua escrita desde a primeira linha de “O Duque e Eu”. O modo com que embala o leitor e o faz sentir parte da história é único! Risadas, reflexões, suspiros, momentos felizes, momentos tristes e vontade de se teletransportar para a época, foi exatamente assim que me senti ao ler os oito livros.

img_20170122_164612wi

Não consigo acreditar que a série acabou, já prevejo muitas releituras em momentos de ressaca literária. Já comprei “E Viveram Felizes para Sempre” e estou adiando a leitura, pois sei que se começar, vou acabar devorando de uma só vez, hehe. O que acalma meu coração de leitora é saber que em breve poderei ler o Quarteto Smythe – Smith, siiiiiiiim, nem acredito ainda, mas comprei o boxe de luxo ♥ ♥ ♥

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

E Viveram Felizes Para Sempre – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #9)

Oii, bom dia leitores!

Costumo sempre visitar os sites das editoras para me informar sobre os lançamentos e imagina minha surpresa quando entrei no da Arqueiro e vi que “E Viveram Felizes Para Sempre” estava disponível. Estou dividida entre a felicidade de saber que em breve poderei ler o desfecho dessa série maravilhosa e triste por saber que me sentirei órfã.

Ainda não li o oitavo livro, estou aguardando para comprar quando estiver na promoção e confesso que pretendo ler de maneira bem tranquila, imagino que será difícil, pois a escrita da Julia me cativa de tal maneira que nem sinto o tempo passar, hihi.

Vamos as informações:

Páginas: 2569788580416374

Lançamento: 07/11/2016

Alguns finais são apenas o começo…

Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos…

Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza.

Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?

A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton.

Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.

E para os fãs da série, a editora disponibilizou um trecho do livro, para ler, basta clicar aqui.

Estou apaixonada por essa capa, não vejo a hora de poder ter um exemplar na minha estante ❤

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Conde Enfeitiçado – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #6)

A resenha ilustrada de hoje envolve um livro da querida Julia Quinn. Sou fã assumida da mesma e me surpreendi quando descobri que não havia lido o sexto livro da série “Os Bridgertons”, fiquei sem palavras, haha. E para tornar a experiência de leitura melhor, comprei o livro físico e só tenho elogios, que bela edição!

OCONDE1

Francesa Bridgeron se casou com John e mal sabia que Michael, primo do mesmo, era apaixonado por ela. Quem poderia imaginar que o libertino mais famoso de Londres sempre fora apaixonado pela mulher do primo, falta de sorte ou não, ele não podia revelar a ninguém e tinha que disfarçar seus sentimentos perante o casal.

“Desejara Francesca. Apenas isso. Mas não dessa forma. Não àquele preço. Jamais invejara a boa sorte de John. Jamais invejara o título, o dinheiro ou o poder dele. Invejara apenas a sua mulher.”

Depois de quatro anos casada, infelizmente a jovem Bridgerton perde seu marido de forma inesperada e não é somente isso, descobre que está grávida, mas o sonho de ser mãe não se realiza, ela sofre um aborto espontâneo. Diante das duas perdas, Francesca se sente completamente sozinha, não sabe como lidar com a situação e a única pessoa que poderia entender sua dor, simplesmente a abandona.

“Em toda vida ocorre um momento decisivo. Um instante tão extraordinário, tão claro e tão nítido que temos a sensação de havermos sido golpeados no peito, deixados sem fôlego, sabendo, sabendo, sem a menor sombra de dúvida, que nossa vida jamais será a mesma.”

Michael fica muito impressionado com a morte do primo e não consegue consolar a viúva, para ele, Francesca era muito mais do que uma amiga e sentia que se ficasse muito próximo da mesma, estaria traindo seu primo e por isso resolve ir embora, parte para a Índia.

OCONDE3

Depois de um tempo afastado, Michael retorna a Londres e se encontra com Francesca. Ela ainda sente muita falta do marido, mas está recuperada, tanto que se sente pronta para se casar novamente, afinal, o sonho de ser mãe é grande. Michael quando descobre fica totalmente sem palavras, não consegue imaginar a mulher que ama nos braços de outro homem. A jovem é afeiçoada pelo primo do marido e resolve que o mesmo precisa se casar, por isso começa a lhe ajudar nessa missão. Como começam a se encontrar mais, um sentimento que até então nunca tinha se manifestado com Francesca, cria vida e a jovem passa a ver Michael de outro modo. Diante da situação, o mesmo percebe e aproveita a ocasião para se declarar, ela se rende ao charme dele, mas não acredita no amor que o mesmo diz sentir, acha difícil um libertino deixar seus vícios. E por isso só resta a Michael provar a jovem Bridgerton que seu coração é apenas dela e que seus sentimentos são verdadeiros.

OCONDE2

Assim que descobri que não tinha lido “O Conde Enfeitiçado” fiquei atrás de promoções e depois de um tempo, enfim pude me deliciar com o cheirinho de livro novo, hihi. Antes do meu lindo chegar, comecei a ler resenhas e havia um grande número de comentários positivos, inclusive alguns se referiram a esse livro como um dos melhores da série, não chego ao extremo de concordar, porque sou apaixonada por todos os títulos e cada um me cativou de uma maneira, mas ainda assim, me surpreendi de forma positiva, a história é maravilhosa, o casal é divertido e mesmo com a morte inesperada de John, o livro não se torna trágico, pelo contrário, a autora demonstra que recomeços e segundas chances são possíveis e que nem sempre a felicidade se encontra apenas na primeira oportunidade. Além disso, devo mencionar o quão incrível ficou a nota da autora no desfecho da obra, ela aborda sobre as doenças citadas durante o livro, como lidou com o fato da medicina na época não estar tão avançada, ou seja, pensou nos mínimos detalhes e o mais legal é que parte do lucro do livro será doado à pesquisa pelo desenvolvimento de medicamentos para a malária, achei incrível.

Super recomendo a leitura, a Julia arrasa e surpreende a cada lançamento!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Um Beijo Inesquecível – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #7)

Oii, boa tarde leitores!

Para quem já me segue algum tempo, sabe como eu admiro a autora Julia Quinn e sou apaixonada pela Série “Os Bridgertons”. Eu ia ler esse livro depois, mas a curiosidade foi maior, rs.

Hyacinth é a caçula da Família Bridgerton. Ela já está na idade de se casar, na verdade na quarta temporada e apesar de já ter recebido várias propostas, nenhuma a animou. Diferente das outras jovens, ela quer sim se casar, mas não se sente na obrigação de ser em uma data próxima. Com seu jeito franco de levar as conversas, respondendo o que pensa e sua inteligência aguçada, ela acaba afastando alguns cavalheiros. Isso até conhecer Gareth St. Clair, o neto de sua grande amiga Lady Danbury.

Hyacinth sempre se encontra com Lady Danbury para conversar e todas às terças se reúnem para ler e apesar de gostar muito da mesma, ela conhece a reputação de Gareth e sabe que não deve se manter tão próxima. Mas, nem sempre conseguimos nos manter atento ao que deve ser feito e assim ela começa a conhecê-lo, começa com pequenos minutos de conversa que não somente lhe atrai, como ela percebe que ele é diferente do que imaginava, por trás da imagem de conquistador, há um homem preocupado com a avó e que sente falta daquele carinho característico que só a família pode proporcionar.

Gareth St. Clair perdeu a mãe muito novo e seu pai sempre lhe tratou de modo estranho, o que mais tarde ele descobre que o faz por não ser o filho legítimo. E devido a essa situação, ele acaba se apegando muito a avó e sente que tem dificuldades em relacionamentos. Sempre que se encontra com o pai é uma batalha, ambos brigam e o clima esquenta.

Em uma tarde de terça-feira, Gareth aparece na casa da avó e esquece que o dia é marcado pela leitura da mesma com a jovem Bridgerton. Sem ter opção, ele acaba tendo que revelar para as duas o motivo da visita. Depois de ter se encontrado com a viúva de seu irmão, a mesma lhe entregou um diário que segundo o irmão deveria ficar com ele, o objeto havia pertencido a avó italiana. O único problema do objeto é que estava escrito em italiano e por isso o jovem resolveu recorrer a Lady Danbury. Sua avó sempre conseguia resolver os problemas, fossem eles simples ou complexos.

Destino ou não, quem acaba lhe ajudando é Hyacinth e juntos vão seguindo as pistas para no final poder desvendar os segredos e saber o real o motivo pelo qual era importante o diário ter ficado para ele. Junto a essa aventura, os jovens vão passando mais tempo juntos e aos poucos vão percebendo que uma amizade que começou de forma tão despretensiosa pode acabar se transformando em amor.

“A maior felicidade de Hyacinth era ter uma tarefa, um objetivo, algum tipo de missão. Adorava o desafio de solucionar um quebra-cabeça, de analisar uma pista.”

umbeijo

“Gareth se virou para Gregory.
– Sua irmã estará em segurança em minha companhia. Eu lhe dou a minha palavra.
– Ah, não estou preocupado com isso – falou Gregory com um sorriso afável. – A verdadeira questão é: você estará em segurança na companhia dela?”

umbeijo1

“– Você… Você… Você, o quê?
A boca de Hyacinth se abriu num cativante e pequeno oval, mas Gareth estava bravo demais para apreciar o efeito.
– Eu amo você, sua boboca – respondeu ele, agitando os braços como um louco.”

umbeijo3

“– Eu estou lhe pedindo que se case comigo porque a amo, porque não
consigo imaginar a vida sem você. Quero ver o seu rosto de manhã, depois à
noite, e cem vezes ao longo do dia. Quero envelhecer com você, quero rir
com você e suspirar para os meus amigos, reclamando que você é mandona, mesmo sabendo, secretamente, que sou o homem mais sortudo
da cidade.”

Como sempre, me apaixonei por mais esse integrante da Família Bridgerton, Hyacinth é doce, esse jeito de querer retrucar o que os outros lhe dizem é bem avançado para a época, rs. Talvez por isso poucos se arriscaram a lhe pedir a mão em casamento, mas em compensação valeu a pena esperar. A jovem se mantém assim também porque tem medo do amor, sente dificuldade em confiar e tem medo de perder sua identidade por causa de um sentimento e por isso não se entrega tão facilmente, o que é bem compreensível. Eu adorei a personagem, até me identifiquei com algumas características.

Já estou começando a ficar triste por saber que agora só falta um livro para ser lançado, sentirei muitas saudades. Tenho esperança de que a autora decida publicar mais alguns, quem sabe,rs. Vamos torcer!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Para Sir Phillip, com Amor – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #5)

Oii, bom tarde leitores!

A resenha de hoje envolve um livro da Julia Quinn ♥ ♥ ♥

Eloise Bridgerton está com 28 anos e é solteira, está nessa condição por opção, rejeitou diversas propostas de casamento e como compartilhava da situação com sua melhor amiga Penelope, não se importava. Mas o que não esperava aconteceu, sua amiga se casou com seu irmão Colin Bridgerton e por mais que Eloise ficasse feliz, também se sentia triste por achar que fosse ficar sozinha e que a amizade entre ambas iria mudar.

Depois do casamento de Penelope, os irmãos Bridgerton ficaram se perguntando o por que de Eloise se apresentar sempre com as mãos sujas de tinta e tal qual eu imaginei, era por conta de um possível pretendente.

Eloise começa a se corresponder com Phillip por conta da morte de sua prima distante Marina, a mesma era casada com ele e a jovem sentia que devia mandar suas condolências. Mas o que era para ser apenas uma carta rápida com meia dúzia de palavras gentis, se transforma em inúmeras correspondências mensais. Depois de um ano mantendo contato, Phillip resolve propor casamento a Eloise e a mesma para ter a certeza de que é a escolha certa resolve comprovar pessoalmente, o único detalhe é que o faz sem avisar ninguém.

Phillip foi casado com Marina durante oito anos, mas infelizmente não teve um casamento feliz, a esposa era uma mulher muito deprimida e abatida, que quase sempre preferia ficar só, tanto que foi até a morte. Com a partida da esposa, ele se vê perdido, sem saber como cuidar dos dois filhos, até porque nunca tinha sido um pai muito presente e sabia que assim que passasse o período de luto, teria que arrumar uma esposa e/ou mãe para seus filhos e não podia imaginar que seria alguém como Eloise Bridgerton, a prima distante de sua mulher.

Durante a estadia de Eloise na casa de Phillip ocorre pequenas contradições, ele esquece de abordar nas cartas que tem dois filhos, o que para a mesma é fundamental e ele a acha muito faladeira, ou seja, inicialmente eles não sentem o impacto do amor à primeira vista,rs.

E como com todo casal, vão perceber que para manter um relacionamento é necessário que ambos cedam em alguma ocasião e que o casamento é o companheirismo do dia a dia, é carinho, zelo, atenção,amizade, segurança e acima de tudo saber que você pode contar com o outro em todos os momentos, sendo eles tristes e/ou felizes.

DSCF8980a

parasir2resenha

Eu amo os livros da autora e sou completamente apaixonada pela Família Bridgerton, eles são tão maravilhosos que é como se eu os conhecesse, digo, na vida real entende,rs?! A escrita da Julia é muito envolvente, poder conhecer cada pensamento dos personagens é incrível, já fico pensando que vou ter que desacelerar a leitura dos outros livros para não ficar órfã tão cedo.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #4)

Oii, boa tarde leitores!

Hoje a resenha ilustrada envolve um livro da Julia Quinn ♥

Eu sou apaixonada pela série dos Bridgertons, é maravilhoso conhecer todos os integrantes da família, seus pensamentos, você se sente envolvido, como se os conhecesse.

Antes de ler, vi muitos comentários sobre esse livro em específico, falando que é o melhor e fiquei curiosa para saber o por que e bem agora eu sei,rs. É nesse livro que a identidade da Lady Whistledown é desvendada, é empolgante demais, depois de mais de dez anos, conseguir se manter anônima e ser descoberta por um mero deslize que poderia muito bem ter sido evitado.

Penelope Featherington sempre foi apaixonada por Colin Bridgerton, mas o mesmo nunca lhe demonstrou qualquer sentimento além de amizade. Aos 28 anos, ela já não espera mais se casar, imagina passar seus dias cuidando da mãe e ao lado da grande amiga, também solteira, Eloise Bridgerton.

Colin Bridgerton tem 33 anos, é solteiro e passa a maior parte do tempo longe de casa, adora conhecer novos lugares e registra tudo em seu diário. Vive fugindo das conversas com a mãe, que sonha em ver todos os filhos casados.

Penelope fica muito feliz quando Colin retorna de uma de suas viagens e em uma de suas visitas a casa dos Bridgertons acaba descobrindo um segredo do mesmo e é nesse momento que ele acaba percebendo que ela mudou, está diferente, não parece mais a mesma menina que utilizava cores de vestidos que não a destacavam e nem a mesma pelo qual ele nunca tinha tido o mínimo interesse. É depois do primeiro beijo que eles começam a se conhecer mais e passar mais tempo juntos e aos poucos vão ter que decidir se vão deixar segredos interferirem em um sentimento que cresce a cada dia ou  enfrentá-los juntos da melhor forma.

colin2colin3

Considerações:

♥ Eu adorei a Penelope, ela não se preocupa apenas com a beleza física, é inteligente, decidida, corajosa e sabe muito bem o que quer.

♥ Lady Danbury foi genial lançando o desafio para descobrir a real identidade de Lady Whistledown e apesar de seu jeito não agradar muitas pessoas, ela gosta de Penelope, talvez por ver muito de si na jovem.

♥ Lady Whistledown é fantástica, para quem gosta de Gossip Girl vai amá-la, é a “Garota do Blog” do século XIX, é muito muito legal e depois que eu descobri quem é, achei mais genial ainda,rs. Vou sentir falta dela nos outros livros.

♥ Ainda estou pensando sobre as cartas que Eloise tanto escreve, não acreditei muito na história de que são para Francesca, será que são cartas de amor?

♥ Gosto muito da Família Bridgerton, são muito unidos e sempre estão disponíveis para ajudar, é muito amor.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Um Perfeito Cavalheiro – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #3)

Oii, boa tarde!

Hoje vou resenhar mais um romance da Julia Quinn, eu estou a cada livro mais apaixonada pela escrita da autora, as histórias possuem romance, drama e muito humor, é ótimo!

“Um Perfeito Cavalheiro” é o terceiro livro da série “Os Bridgertons” e a história central se divide entre Benedict, o próximo da família a se casar e Sophie, uma jovem que foi fruto de um caso extraconjugal de um conde com sua mãe. Ela é deixada pela sua avó na porta do conde quando ainda é muito pequena e durante toda a infância, tem a atenção dos empregados da casa, é muito bem tratada e até consegue a atenção do conde em alguns momentos, parece tudo muito perfeito, mas infelizmente a situação começa a mudar quando seu pai decide se casar novamente e a nova madrasta não fica contente em saber que ela e as filhas teriam que morar na mesma casa que uma bastarda. A situação é ruim, mas suportável, apesar da madrasta ser cruel e não deixar as filhas brincarem e se enturmarem com Sophie, tudo piora quando seu pai morre e ela se vê sozinha. Sophie antes com uma vida confortável, passa a ser uma empregada, sem salário e nenhum benefício. Destino ou não, em uma noite decide ir escondida a um baile de máscaras e acaba por conhecer Benedict Bridgerton, inicialmente não o reconhece já que não frequenta festas e a alta sociedade, sabe das notícias e fofocas apenas pela coluna da Lady Whistledown. Mas como todo bom sonho, o de Sophie tem horário marcado para acabar e adivinhem? Sim, meia noite é a a hora que deve ir embora do baile e retornar para casa; assim que as doze badalas ecoam, ela tem que sair dos braços de Benedict e acaba deixando a luva com ele, sem nem ao menos deixar seu nome.

Benedict está na idade de se casar e esse baile é a chance que sua mãe arrumou para que ele encontre sua futura noiva. Ao conhecer a dama misteriosa fica deslumbrado e um pouco decepcionado por não saber o nome da mesma. Depois de investigar sobre a luva deixada chega próximo de descobrir, porém a madrasta de Sophie percebe o que a mesma fez e a expulsa de casa. Sem ter para onde ir, Sophie vai embora de Londres.

Depois de três anos é que Benedict e Sophie se reencontram, tudo ocorre de uma maneira impactante, ele a salva das garras de jovens bêbados, ele não a reconhece, ela está bem mudada e maltratada pela vida, isso a deixa chateada. Mas não tem jeito, quando tem que acontecer, nada pode atrapalhar, Benedict começa a se apaixonar pela jovem que salvou e não sabe como lidar com a situação, não poderia se casar com uma simples serviçal, sendo assim, propõe que a mesma seja sua amante, frustrando Sophie. Se for preciso, o casal vai precisar lutar contra a sociedade para poder ficar junto e resta ao destino dar um empurrãozinho.

Ah que livro adorável, todos que gostam da história da Cinderela vão amar!

Há momentos que o leitor fica se perguntando porque que a Sophie não conta a verdade ao Benedict sobre sua situação, família e real identidade, é simples, ela tem medo, depois de tanto sofrimento, é melhor ter um pouco de atenção do que perder mais uma pessoa. Assim como os demais livros da Julia, li bem rápido e já estou curiosa quanto ao próximo livro da série. É muito agradável ler livros onde você passa a conhecer cada personagem, seu pensamento, vida, você se sente parte da história e é como se conhecesse e fosse amiga dos mesmos.

umperfeito

(Participações especiais na foto: Imã de geladeira e Marcador de livro em ponto cruz feito pela minha mãe. ♥)

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Visconde que me amava – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #2)

Bom diiia!

Estou no clima para ler romances históricos, eu adoro esse gênero, quando começo a ler nem sinto o tempo passar. Eu li o primeiro livro da série “Os Bridgertons” em julho e desde então deixava a continuação de lado; mês passado retomei e é muito difícil não se apaixonar pela escrita da Julia Quinn, é adorável, são romances bem construídos, com pequenas doses de cenas mais quentes;  histórias que te fazem sair do mundo presente e mergulhar nos costumes e no cenário de 1800.

“O Visconde que me Amava” conta a história de Anthony, o irmão mais velho da família Bridgertons. Mesmo com a fama de libertino, ele é o partido mais cobiçado, tanto por sua beleza, como pela inteligência e riqueza. Depois de um tempo vivendo como queria, resolve que é a hora de se casar, pensa nisso por conta das regras da sociedade e também porque é o que sua mãe deseja. Mas ao contrário dos outros casais, ele não pensa em se casar por amor, acha que é melhor para ambos os lados.

A candidata ideal da temporada é Edwina que apesar de não possuir grandes riquezas, é bonita, bem educada e todos os cavalheiros desejam cortejá-la. Mas há um detalhe importante, a jovem somente vai aceitar o pedido de um dos pretendentes se sua irmã Kate estiver de acordo, ou seja, para chegar ao coração de Edwina, é preciso conquistar primeiramente o da irmã.

É em um baile que Anthony começa a se aproximar de Edwina, mas o que ele não esperava é que Kate jamais concordaria com um casamento assim, um libertino como ele se casar com sua irmã, era inaceitável. É entre discussões que um sentimento novo começa a crescer, Anthony apesar de odiar Kate, passa a sonhar com a mesma, e ela percebe que ele não é apenas mais um cavalheiro querendo seduzir a irmã, se divertir, é também um homem gentil e responsável. Depois de muitos acontecimentos, é de uma maneira banal que Anthony se vê obrigado a casar com Kate, quem poderia imaginar que uma simples abelha mudaria a vida dos dois. Eles vão descobrir que possuem muitas coisas em comum e que podem se ajudar com seus respectivos medos e compartilhar os segredos mais ocultos.

Eu me diverti muito com esse livro, as brigas entre a Kate e o Anthony só podiam resultar em casamento, como se diz o ditado, amor e ódio andam lado a lado,rs. Eu leio livros assim e fico curiosa quanto aos casamentos da época de 1800, é claro que a realidade era outra, os costumes e os modos, mas o sentimento não, continua sendo o amor, não importa o século, o ano, o mês.

oviscondequemeamava

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Duque e Eu – Julia Quinn (Série Os Bridgertons #1)

Esse livro foi uma surpresa que tive, fui a biblioteca e escolhi ao acaso, gostei da sinopse e fiquei pensativa quanto ao título, como se eu já conhecesse, não lembrei de nada e acabei trazendo para casa. Pesquisei mais e sim, esse livro já estava na minha lista de leitura, é que conheço por outra capa, foi uma surpresa ótima.

Daphne Bridgerton está com problemas quanto a arrumar um noivo e devido a idade e os comentários, precisa se decidir o quanto antes e Simon Basset acaba de chegar na cidade e não quer saber de casamento devido a um segredo de família, então, resolvem se ajudar, ele a ajuda com os pretendentes e ela o ajuda a afastar o avanço das jovens moças. Teoricamente é perfeito, o problema é que conforme vão se conhecendo, um sentimento vai nascendo e fica difícil de esconder. Depois de flagrar o casal em uma cena indiscreta, o irmão de Daphne obriga Simon a se casar com sua irmã, porém o mesmo não concorda e ambos se decidem por um duelo. Daphne não se conforma e no último instante consegue convencer Simon a se casar. Não há dúvidas que o casal se ama, no entanto, Simon não quer ter filhos e Daphne terá que descobrir uma maneira de conseguir dobrar o marido e conhecer o real motivo dessa decisão.

A história é maravilhosa e o melhor de tudo é que tem continuação… \o/

E não estou falando apenas de mais um livro, mas sim de sete livros e mais algumas histórias.

duque

Boa leitura, beijos! ♥