ALEATORIEDADES

Novidades Aleatórias 23

Oii, boa noite leitores!

O dia foi repleto de novidades no mundo literário e não poderia deixar de compartilhar com vocês!

♥ Algum fã dos livros da Colleen Hoover por aí?oladofeio

A página Ugly Love BR disponibilizou a tradução da cena bônus que a maybeautora publicou do livro “Ugly Love”. Para ler, basta clicar aqui. Além disso, ainda divulgou a cena bônus de “Maybe Someday”, já publicada anteriormente. Para ler, basta clicar aqui.

Eu ainda não li nenhum dos dois livros, mas já estão na minha listinha, hihi

 

♥ A autora Lycia Barros divulgou que em breve haverá o lançamento do quarto livro da Coleção “Despertar”.

Escrevendo, leve spolier de cena:
“Enquanto minha mãe recebe as visitas, meu celular apita. É uma mensagem do meu irmão.
Dante: Aquilo que foi criado com amor não será abandonado. Deus não cria para depois destruir, Ele te ama e irá reestabelecer a sua fé. Lembre-se de Jó. E não demore muito para retornar ao mundo dos vivos. Sentimos sua falta. Angelina manda beijos de boa noite. Te amo.
Com os olhos subitamente quentes, começo a teclar:
Natasha: Também amo vocês, só preciso ficar sozinha por mais algum tempo. O vaso ainda está quebrado e não sei como consertar.
Dante: Então deixe que Ele conserte.”

 

♥ A autora Raiza Varella é a mais nova contratada da Verus, que publicará o livro “Caçadora de Estrelas”.

Vamos todos dar as boas-vindas a mais nova autora da Verus? Raiza Varella chega com a “Caçadora de estrelas”, um romance contemporâneo para dar ainda mais força à nossa literatura nacional! Já estamos ansiosos! 

cacadora

 

♥ Há vários eBooks em promoção na Amazon, inclusive meu queridinho “Opala”. Não percam a oportunidade, o mesmo está por menos de R$11,00.

Para comprar: http://amzn.to/2q79c89

IMG_20170406_113122

 

♥ Será lançado em maio, pela Editora Seguinte, o livro “Aimó: Uma aventura no mundoaimo dos orixás”, de Reginaldo Prandi. O mesmo já está disponível em pré-venda, para comprar, basta clicar aqui.

Páginas: 258

Imagine se encontrar, de uma hora para a outra, em um mundo totalmente desconhecido onde você não conhece ninguém e ninguém demonstra saber quem você é. É o que acontece com uma menina nascida na África e levada para o Brasil para ser escrava, e que de repente acorda em um lugar estranho, habitado pelos deuses orixás e pelos espíritos dos mortos que aguardam o momento de seu renascimento. Ela não sabe mais o próprio nome nem lembra de sua família — está sozinha e não tem a quem pedir socorro. Por isso, aliás, ganha o nome Aimó, “a menina que ninguém sabe quem é”.
Tudo o que ela quer é retornar ao seu mundo de origem, mas para tornar isso possível, Aimó vai partir em uma longa jornada através dos tempos mitológicos, guiada por Exu e Ifá, e vai acompanhar de perto muitas aventuras vividas pelos orixás. Só assim poderá reunir o conhecimento necessário para fazer uma escolha que lhe permita, enfim, voltar para casa.

 

♥ Foi lançado recentemente pela Globo Alt, o livro “Três coroas negras”, da Kendare coroasBlake.

Páginas: 304

Tradução: Alexandre D’Elia

Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.

Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.

Já estou super empolgada para ler, adoro o gênero! Para comprar, basta clicar aqui.

 

♥ A autora Carina Rissi divulgou em suas redes sociais que já está escrevendo o quinto livro da série “Perdida” 😍 😍 😍

 

♥ Para finalizar, a série “Estilhaça-me” ganhará três novos livros. O primeiro, “Restore me”, será lançado no dia 6 de Março de 2018 nos EUA. O diferencial destes títulos é que as histórias serão contadas a partir do ponto de vista de Juliette e Warner.

Estou muito animada, mal posso esperar pelo lançamento dos mesmos aqui no Brasil!

Para mais informações e a tradução de uma entrevista que a autora deu à Entertainment Weekly, basta clicar aqui. O link é referente ao post que a Thais do blog A Full Time Reader publicou. Assim como eu, a mesma é super fã da autora e foi graças a ela que fiquei sabendo da notícia ❤

Espero que tenham gostado!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Quinta Leitura Finalizada da Carnatona – Incendeia-me – Tahereh Mafi (Trilogia Estilhaça-me #3)

Oii, boa noite leitores!

Enfim, li o tão esperado desfecho da Trilogia “Estilhaça-me”, da Tahereh Mafi. Assim que soube que participaria da Carnatona, não tive dúvidas em colocar o título na tbr.

No segundo livro, em meio a batalha travada entre o exército do Restabelecimento e os rebeldes, Juliette é baleada de forma fria por Anderson, supremo comandante do Restabelecimento e pai de Warner. A jovem apenas consegue se recuperar graças ao filho do comandante e os cuidados médicos de Sonya e Sara. Assim que acorda, Juliette se sente muito desorientada e se surpreende ao ver Warner ao seu lado. Ele tenta acalmá-la e depois de muita insistência, lhe conta o desfecho da batalha. Infelizmente os amigos da mesma morreram e os únicos sobreviventes foram eles e as garotas.

A jovem resolve então planejar uma vingança contra Anderson e antes de ir até o Ponto Ômega conferir por si só toda a destruição e verificar se realmente seus amigos não estão escondidos, pergunta a Warner se ele vai acompanhá-la e ficar contra o pai. Mesmo sendo seu pai, ele não hesita em ajudá-la e juntos, chegam até o Ponto Ômega e se surpreendem com o que encontram.

Além da batalha que planeja travar com o supremo comandante, Juliette deve travar uma batalha com seu coração e decidir o que realmente sente e por quem sente.

Uau! Que livro fantástico! É maravilhoso poder acompanhar o amadurecimento de Juliette, a cada novo livro a protagonista nos surpreende com suas atitudes e apesar de se sentir confusa diante de seus sentimentos a respeito de Warner e Adam, há um momento da história que ela consegue discernir exatamente. Além dos seus sentimentos, a jovem aprenderá também a dominar e direcionar seu poder, podendo assim ajudar a todos que ama.

Que reviravolta encontramos nesta história, começamos a trilogia amando e torcendo por Adam e finalizamos encantadas com Warner, é maravilhoso a maneira com que a autora nos apresenta sua vida e os fatos que o fizeram ser e aparentar ser como é.

Não poderia deixar de mencionar também o quão bonita e singela é a amizade entre Juliette e Kenji, o apoio mútuo diante das mais diversas situações, confesso que gostaria muito de poder ler um spin-off falando sobre ele, seu passado, sonhos e anseios.

Finalizei o livro em poucos dias, na verdade foram poucas horas, por isso acho que posso dizer que “devorei” o título, hihi. E mesmo sabendo que este é o último livro da trilogia, eu senti que no desfecho há uma pequena margem indireta de que poderá haver uma continuação, alguém mais sentiu isso?

Quanto a diagramação, a Editora Novo Conceito está de parabéns, a arte de capa é belíssima, o tamanho da letra possibilita um maior conforto ao leitor, já que não é tão pequena, as folhas são amareladas e os capítulos são curtos, eu AMOO quando isso acontece, porque parece que a história acaba fluindo mais, hehe.

Para finalizar, a trilogia “Estilhaça-me” vai virar série de TV 😱 😱 😱

Segundo o Sobre Sagas, o roteiro da primeira temporada já está pronto e o primeiro episódio da série já possui um título: “O Fim, o Começo”. Eu estou dividida, ora empolgada, ora receosa, sempre fico assim diante de adaptações, me preocupo com a seleção dos atores e o roteiro em si, mas vou me manter positiva e torcer para que a série seja fiel e agrade a todos

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Liberta-me – Tahereh Mafi (Série Estilhaça-me #2)

Oii, boa tarde leitores!

A resenha de hoje envolve o segundo livro da série “Estilhaça-me”, da autora Tahereh Mafi. Eu me apaixonei pela trama do primeiro livro e principalmente pelo do spin-off, ele inclusive foi fundamental para responder algumas dúvidas que eu tinha acerca do personagem Warner.

Fiquei tão animada com a história que aproveitei para começar a ler o segundo livro e infelizmente não foi um dos meus favoritos, senti que o começo é muito parado, um tanto quanto enfadonho, mas o bom é que a partir do meio começa a haver uma certa fluidez, acho importante mencionar isso desde o início para que não abandonem o livro.

A história se inicia no Ponto Ômega, lugar onde Juliette e Adam agora residem. Os moradores estão se preparando para uma guerra contra o Restabelecimento. A jovem apesar de estar se sentindo bem melhor, implica um pouco devido as regras impostas, pelo fato de não poder passar tanto tempo com Adam e por não se sentir tão à vontade, já que os moradores sentem medo dela e do que ela pode fazer. Se já estava um tanto quanto incomodada, Juliette não sabe como reagir quando percebe que Adam está estranho, ainda mais quando eles se tocam, é como ela estivesse o machucando. Diante da dúvida, fica difícil para ela não pensar em Warner, já que o mesmo pode tocá-la sem se ferir.

“Disse a ele que sempre me vi como um tipo de versão doentia de uma planta carnívora, e ele falou: Ah, MEU DEUS. Sim. SIM. Você é exatamente assim. Caramba, sim. Bonita o bastante para atrair a presa, ele disse. Forte o bastante para apertar e destruir, ele disse. Venenosa o suficiente para digerir as vítimas quando a carne entra em contato. “

Com a proximidade da guerra, a jovem deve tentar compreender o funcionamento de seus poderes e saber como controlá-los, mas é um tanto quanto difícil já que passou 17 anos sofrendo por causa dos mesmos e o fato de ter que usá-los não lhe é tão atrativo, mesmo que para se proteger ou ajudar as pessoas que ama. Depois que ela descobre o tal motivo de Adam estar mais afastado, ela passa a treinar somente com Kenji e a partir desse momento começa a surgir uma grande amizade.

“Esperança.
É como uma gota de mel, um campo de tulipas florescendo na primavera. É chuva fresca, uma promessa sussurrada, um céu sem nuvens, a pontuação perfeita no final de uma frase. E é a única coisa no mundo que me mantém em pé.”

Diante do sequestro de dois residentes do Ponto Ômega, Juliette é chamada pelo pai de Warner para conversar e apesar de não ir sozinha, muitos acontecimentos lhe acometem e por fim apesar de não libertarem ambos os prisioneiros, eles agora possuem um: Warner.

“É o tipo de sorriso que o transforma em uma pessoa completamente diferente, o tipo de sorriso que coloca estrelas em seus olhos e um brilho intenso em seus lábios, e percebo que nunca o vi assim antes. Nunca tinha visto seus dentes, tão retos, tão brancos, nada menos do que perfeitos. Um exterior perfeito, perfeito para um garoto com um coração preto, preto. É difícil acreditar que há sangue nas mãos da pessoa que estou observando. Ele parece suave e vulnerável… Tão humano. Os olhos estão meio fechados por causa do sorriso e as bochechas estão rosa com o frio. Ele tem covinhas. Ele é, sem dúvida, a coisa mais bonita que já vi.
E eu queria nunca tê-la visto.”

Juliette é chamada para conversar com o jovem e mesmo não concordando, sabe que não há como recusar e assume o desafio. Ela é surpreendida por Warner diversas vezes e o ódio que alimentava pelo mesmo agora está se transformando em algo mais e resta a ela saber como lidar com essa nova situação.

DSCF1876

Mesmo não sendo meu preferido, eu tenho que reconhecer que a autora sabe como induzir o que seu leitor vai sentir e o que vai pensar, é engraçado como no primeiro livro somos levados a nos apaixonar por Adam e torcemos para que ele termine com Juliette e ao final do spin-off e desse segundo livro, passamos a conhecer melhor Warner e até mesmo gostar dele e da maneira como ele trata a jovem e começa a surgir a esperança de que um novo relacionamento pode surgir.

Depois que terminei a leitura, comecei a aceitar melhor a história, talvez não tenha sido criada para ser tão cativante quando os demais porque não é focada tanto no romance, mas sim na guerra e no quanto a personagem principal tem que lutar para libertar seus sentimentos e aceitar seus poderes.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Destrua-me – Tahereh Mafi (Série Estilhaça-me #1,5)

OMG! Que spin-off é esse? Eu li em poucas horas e de forma tão desesperada, não conseguia largar a leitura, rs.

A história abordada no livro envolve a situação em que o Warner se encontra logo após a fuga de Juliette, Adam e Kenji do Setor 45. Apesar de ter levado um tiro de Juliette, Warner não consegue parar de pensar na jovem e em meio ao desespero para encontrá-la, ele vasculha seu quarto em busca de alguma pista a respeito do seu paradeiro e encontra o caderninho que a mesma utilizava para fazer anotações.

Ele inicialmente fica receoso e pensa em não ler, tem medo de encontrar anotações a respeito de Adam, mas a curiosidade é maior e conforme vai folheando as páginas, se surpreende, as anotações são referentes ao período que ela passou no manicômio. Ele não somente consegue imaginar a dor e a angustia que Juliette passou durante a internação, como também imagina o quão difícil foi o convívio com a família e demais pessoas próximas a ela. Warner fica desesperado ao saber o quanto ela sofreu com a falta de amor e carinho e até consegue se identificar.

“Essa garota está me destruindo. Uma garota que passou o último ano internada num sanatório de loucos. Uma garota que tentou me matar porque eu a beijei. Uma garota que fugiu com outro homem só para se afastar de mim. É claro que essa é a garota por quem eu iria me apaixonar.”

Quando o chefe do Setor 45 começou a investigar sobre a vida de Juliette, não pensava em utilizá-la por causa do seu “poder”, pelo contrário, apenas aproveitou essa desculpa para não desconfiarem da real intenção. E agora, com ela longe, ele se sente solitário e tem que enfrentar seu pai e o restante da população e provar para ambos que além de não sentir nada pela jovem, ainda a quer de volta apenas para usá-la.

“Passei a crer que o homem mais perigoso do mundo é aquele que não sente remorso. Aquele que nunca se desculpa e, portanto, não procura o perdão. Porque no final, são nossas emoções que nos torna fracos, não nossas ações.”

DSCF1316

Como é difícil resenhar spin-off, haha. Me segurei ao máximo para não dar spoilers, eu amei a história! Achei fantástico poder conhecer melhor sobre Warner, logo depois que terminei de ler “Estilhaça-me” eu senti que o mesmo escondia algo e agora entendo o que é, eu confesso que comecei a gostar dele, é o típico vilão que os leitores odeiam amar, rs.

Penso que a melhor forma de finalizar esse post é com esse quote:

“O amor é um cretino perverso e sem coração.”

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Estilhaça-me – Tahereh Mafi (Série Estilhaça-me #1)

Oii, boa tarde leitores!

A resenha de hoje envolve o primeiro livro lido da Livratona \o/

Eu fiquei com dúvidas quanto a qual distopia escolher e como já disse anteriormente em outro post, acabei nesse título pela linda capa e a sinopse intrigante. Confesso que comecei a ler antes do início oficial da maratona, rs, não resisti. É o típico livro, cujo a leitura flui, eu nem senti o tempo passar, é uma história diferente que consegue atrair a atenção do leitor do começo ao fim.

DSCF1303

Juliette está internada em um manicômio há 254 dias e devido a isso começa a se esquecer de situações simples como falar, ler e até mesmo sente dificuldade para raciocinar sobre as coisas externas. Vive trancafiada em uma cela sem a menor condição, mal se alimenta e se esforça para conseguir sobreviver. Ela foi mandada para o local, pois seus pais não a aguentavam mais, a jovem apresentou desde muito cedo uma condição distinta, a mesma não podia tocar em ninguém, pois se caso o fizesse seria mortal.

“A verdade é uma amante maldosa e ciumenta que nunca dorme.”

Por estar acostumada com a escuridão e a solidão, Juliette se surpreende com a vinda de um novo companheiro a sua cela, inicialmente ela se assusta e imagina que o fizeram para torturá-la, mas com o passar do tempo ela desencana e passa a se comunicar com o mesmo e até lhe ensina alguns truques, enquanto ele lhe atualiza a respeito do que se passa no mundo externo.

“— As pessoas perseguem as coisas que elas temem o tempo todo.”

DSCF1304

Quando ambos são libertados, a jovem se sente confusa e insegura, não entende o porquê de estar sendo solta e mais, passa a se sentir traída quando percebe que Adam, o companheiro de cela está diferente, ele age como se conhecesse as pessoas que os resgataram e ela começa a se perguntar se tudo não passou de uma encenação. Com o passar dos dias, ela acaba percebendo que sua libertação não foi de graça, pelo contrário, ela terá tudo que necessitar, desde que aceite se unir ao chefe do Setor 45 do Restabelecimento. O último é o nome dado ao governo atual, totalmente autoritário que possui a premissa de recriar um novo mundo. O intuito do mesmo é fazer uso do “poder” de Juliette e a mesma é claro não concorda, já sofreu muito e por isso vai lutar até o fim pela sua liberdade. Junto a esse conflito, a jovem deverá ainda refletir sobre a real intenção de Warner, o chefe responsável pelo Setor 45 e sobre Adam.

“Lembro-me de você todos os dias, eternamente cada simples momento da minha vida. Você foi o único que olhou para mim como um ser humano.
Ele nunca falou comigo. Ele nunca falou uma só palavra para mim, mas ele foi o único que ousou se sentar perto de minha cerca. Ele foi único que sempre me apoiou, a única pessoa que brigava por mim, o único que esmurrara alguém no rosto por ter jogado uma pedra na minha cabeça. Nem mesmo sei como agradecer.”

“— C-como você pode se importar com alguém… como eu? — Mal respiro, nervosa e petrificada, mas de algum modo fito seus lábios, estudando seu corpo, contando as gotas d’água despencando das colinas e vales de sua boca.
— Porque estou apaixonado por você.”

DSCF1305

Uau! Que livro mais fascinante, a história ficou repassando na minha cabeça depois que eu termnei, que surpresa maravilhosa! A autora utilizou um recurso durante a história que ao meu ver somente a deixou mais impactante que foi repetir algumas palavras e frases com o intuito de dar ênfase a situação e realmente, se você for ler rapidamente sentirá o quão forte é a emoção que a personagem está querendo transmitir.

Eu amei a forma como os personagens foram sendo anexados a história, a construção dos mesmos ficou fabulosa, houve momentos que me dividi entre gostar e odiar o Adam, não consegui confiar plenamente e confesso que mesmo depois de ler o desfecho, ainda não tenho total segurança, vai ver é coisa de capricorniana, haha. O Warner, apesar de ser um vilão extremamente louco, ele tem um quê a mais, algo que atrai e que te faz pensar se realmente não esconde algo por trás da figura imponente. Cheguei inclusive a escrever que queria muito que tivesse um livro narrado do ponto de vista dele e pesquisando os demais títulos da série descobri que o spin-off “Destrua-me” é exatamente sobre o mesmo, por isso voltei aqui e reescrevi, é demais! (Adoro livros que abordam diversas perspectivas, é uma maneira de conhecer mais a fundo os personagens)

A série “Estilhaça-me” é composta por 5 livros, sendo 2 spin-offs. Comecei e terminei a leitura do spin-off na quinta à noite, não resisti, rs. Recomendo a todos que gostam de uma distopia repleta de ação, mistério e uma pitada de romance.

Boa leitura, beijos! ♥