SINOPSES

Amar, Rir e Comer – e outros segredos de longevidade do povo mais saudável do planeta – Dr. John Tickell

Editora: Valentinaamar-rir-comer

Páginas: 208

Lançamento: 10/04/2017

Tradução: Pedro Jorgensen Jr.

Comprar

Marcador

Especialista em perda de peso e renomada autoridade em longevidade, Dr. John Tickell conta o segredo da vida longa: MODERAÇÃO. Moderação em tudo, exceto no amor, no riso, no peixe e nos vegetais, claro.

Baseado no bom senso, na ciência e na alimentação saudável, Amar, Rir e Comer é um guia acessível, simples e descomplicado para você melhorar sua saúde e prolongar sua expectativa de vida. De qualidade de vida, principalmente.

Com sabedoria prática e notória competência médica e científica, Dr. Tickell traz ao Brasil seu Programa ACE: Atividade Física, Controle Mental e Educação Alimentar.

Atuando simultaneamente sobre o corpo, a mente e a boca – os três fatores críticos da vida saudável –, o Programa ACE compreende um conjunto de instruções sobre como manter-se ativo, reagir às pressões externas controlando o estresse e alimentar-se de forma inteligente.

Amar, Rir e Comer contém um programa de desintoxicação de sete dias, planos alimentares que funcionam – simples, saborosos e completos –, deliciosas receitas e uma lista de Petiscos Infalíveis para você se manter energizado o dia inteiro.

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

Piquenique na Provence – Elizabeth Bard

Editora: Rocco (Selo Bicicleta Amarela)46286814

Páginas: 400

Lançamento: 09/05/2016

O calor de dias brilhantes e ensolarados, o perfume da lavanda, os sabores da boa mesa, o toque suave da mão de uma criança pequena à procura de carinho são algumas das imagens evocadas por todo o texto. Os apelos sensoriais se intensificam diante das diferenças de cultura e das descobertas que Elizabeth faz quando troca Paris por uma localidade na Provence. Foi em Paris que ela se apaixonou por Gwandel, o que a fez mudar-se para a França e formar um novo círculo de amizades, sem o apoio da família de origem judaica. Alguns anos mais tarde, às vésperas do nascimento do filho Alexandre, o casal viaja em férias para a cidadezinha de Cereste, onde viveu René Cher, líder da Resistência aos nazistas e poeta, admirado por Gwandel. Ao saberem que a casa do poeta está à venda, num impulso, eles decidem morar lá.

Abraçar a cultura francesa, segundo Elizabeth Bard, é acostumar-se a um cotidiano em que a boa mesa tem importância fundamental. A praticidade típica dos americanos, determinados em se mostrarem “vencedores”, fazendo do sucesso – e de sua exibição – o valor primordial da existência, é rapidamente deixada de lado pela jornalista. Vizinhos acolhedores são os guias que apresentam ao casal as vantagens de fazer da vida uma celebração diária. Nesse universo menos competitivo, os dias se sucedem lentamente, permitindo que se usufrua de cada novidade, como os pratos típicos da região, cujo preparo é minuciosamente explicado em receitas que encerram cada capítulo.

O projeto de vida à francesa se consolida depois que o marido deixa o cargo de executivo numa companhia cinematográfica para abrir uma sorveteria artesanal – que ganha críticas entusiasmadas de guias turísticos e se torna uma das cinco melhores da França. Piquenique na Provence mostra, entre receitas tentadoras e com um texto inteligente e bem-humorado, a trajetória de uma jornalista norte-americana aprendendo os truques da maternidade francesa, uma família encontrando uma nova paixão profissional e a iniciação de uma cozinheira na culinária clássica da Provence. Uma deliciosa mistura de “Comer, rezar, amar” e “Um ano na Provence”, com potencial para se tornar um longseller do catálogo da Rocco como “Sob o sol da Toscana”, de Frances Mayes.

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

Doces de Cinema – Isadora Becker

Editora: Belas Letras4f2bcc5e5bb931f762c8d6ff32664e17

Páginas: 144

Estrelando 40 receitas de doces imperdíveis, diretamente do canal de sucesso do Youtube Gastronomismo: bolos, tortas, brownies, folhados, mousses, trufas, sorvetes, croissants, panquecas e deliciosos atores coadjuvantes. Participações especiais de Harry Potter, Holly Golightly, Mia Wallace, Matilda, Valente, entre outras.

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

A Cozinha das Escritoras: Sabores memórias e receitas de 10 grandes escritoras – Stefania Aphel Barzini

Editora: BenviráArquivoExibir

Páginas: 240

Dez grandes escritoras, dez diferentes maneiras de se interpretar literatura e cozinha. Cozinhar – e comer – muito tem a ver com a arte da escrita: cozinheira e escritora compartilham do poder da criação, enchem a sua arte de personalidade e de sabor e capricham até chegar ao ponto certo e desejado. A cozinha das escritoras põe à mesa pequenas biografias gastronômicas de grandes mulheres da literatura internacional, contando suas relações de amor e ódio, exagero e escassez com a comida. E para deixar a leitura ainda mais saborosa, a autora apresenta as receitas dos pratos que fizeram parte da vida de cada uma delas, como o robalo de Getrude Stein em homenagem a Picasso e a geleia de maçã e limão preferida de Virginia Woolf.

Boa leitura, boas receitas, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

Novidade literária de dar água na boca

Eu recebi uma novidade tão incrível que tinha que compartilhar, a Editora Belas-Letras vai lançar o livro Doces de Cinema da Isadora Becker, ela possui um canal no Youtube chamado Gastronomismo. O lançamento não é sobre mais um livro de receitas, mas sim um livro com receitas inspiradas em filmes de sucesso, ou seja, quando você estiver assistindo um daqueles filmes que sabe que vai aparecer comidinhas gostosas, você pode prepará-las antes e acompanhar os personagens nesse momento delícia. É muito maravilhoso!

b73c695a-cc20-4764-b92f-362bc77321a4

Para ir se preparando, nada como aprender algumas receitinhas, separei três que são bem famosas:

Cerveja Amanteigada do Harry Potter. Tenho muita curiosidade em saber qual o gosto,rsrs.

Crème Brûlée de Amélie Poulain. Sou apaixonada por esse filme, não me canso de assistir e será ótimo rever comendo uma delícia dessa. Bon Appétit!

Banana Split do Esqueceram de Mim. Esse filme é marca registrada de que o Natal chegou, algum canal sempre passa, e é claro, que sempre assisto,rs.

Para quem quiser conhecer mais receitas, o canal está recheado, é tudo muito apetitoso e inspirador.

Mal posso esperar para que saia o livro, já imagino como vão ser as ilustrações…

Boas receitas, beijos! ♥

SINOPSES

Cartas Amarelas – Gui Poulain

capa_final

A descoberta do dia é sobre o livro Cartas Amarelas; assim que vi a capa, me apaixonei, ela é maravilhosa! O autor do livro é o Gui Poulain, para quem segue a Lu do Chata de Galocha já deve ter visto as receitas que ambos fazem na web série “O Chefe e a Chata”.

Em seu blog, Gui contou melhor sobre o livro e como surgiu a ideia:

“Pra quem não sabe, em 2012 tive a oportunidade de ir estudar confeitaria em Paris. Eu sempre tive o costume de enviar cartas pelo correio para meus amigos, sempre em envelopes amarelos. Comecei, nessa época, a coluna chamada Cartas Amarelas no blog. Pra contar o que eu vivia por lá. Descobrindo uma nova cultura. Vivendo experiências únicas na cozinha. Descobrindo novas químicas, seja na mistura de ingredientes, seja na convivência com novas pessoas. Experimentando o amor. Descobrindo que diante de um novo mundo, entre as dificuldades de estar longe de tudo e todos, a gente se abre muito pra vida. Do gostar de pessoas. E das pessoas gostarem da gente de volta. De muitos sabores, alguns vindo de família, outros conhecendo um pouquinho de cada região da França. Esse livro reúne 50 cartas amarelas contando essa história e 70 receitas, entre ilustrações e fotografias. Tudo sempre rodeado pelo afeto. Afinal, a vida gosta de quem gosta dela.

Cada detalhezinho do livro foi pensado inúmeras vezes pra que ele saísse o melhor possível: ele é pensado pra quem quer tê-lo sempre à mão na cozinha: por isso, capa dura e costura das páginas para protegê-lo de acidentes e evitar que as páginas se soltem com o uso.Mas também é pensado pra quem quer deixar do lado da cama pra ler uma carta antes de dormir: seu formato, 18,5 x 25 cm é confortável pra quem quiser ler onde for, e ao mesmo tempo grande o suficiente para destacar cada trabalho em ilustração e imagens. São 232 páginas. As receitas são divididas em categorias como: receitas pra quem mora sozinho; receitas de família; uma pequena volta pela França em 5 receitas; piquenique; receitas para se fazer e comer a dois; para receber amigos em casa; para um aniversário com ternura; doces docinhos; pra deixar o verão mais fresquinho, entre outras. A ideia é ligar o momento que eu vivi nas cartas com um grupo de receitas nesse tema. Sei que teve gente na pesquisa falando pra eu diminuir um pouco os acabamentos pra poder cair um pouquinho o valor final. Mas eu quero um livro que dure muito na cozinha, sabe? Já cansei de comprar livros de culinária sem capa dura e sem costura, que dois anos depois estão soltando página (só pra explicar, a costura é quando você olha um livro e está saindo por cima e por baixo, na lombada, uma “redinha” toda costurada – isso faz com que seja quase impossível você tirar uma página dali. a maioria dos livros é só colada na capa, por isso uns livros mais antigos costumam soltar partes quando você abre). ” Fonte: Blog Moldando Afeto.

O cuidado com cada detalhe é o que mais me atraiu; as ilustrações, fotografias e frases em caligrafia são lindas, dá água na boca ver os pratos prontos. E além de tudo, o livro ainda consegue fazer as pessoas sentirem vontade de cozinhar, testar receitas, provas coisas novas.

O livro estará disponível a partir de 25 de agosto no blog do autor.

fotografias

imagem_cartasamarelas_03

Fotos retiradas do blog do autor, para mais informações e mais fotos:

Moldando Afeto – Facebook

Moldando Afeto – blog

Instagram Gui Poulain

O Chefe e a Chata

Boa leitura, bom apetite, beijos! ♥ ♥