SINOPSES

Orgulho & Preconceito – Jane Austen, Ian Edginton e Robert Deas

Editora: Nemo1306-20160112113212

Páginas: 144

Lançamento: 28/01/2016

“É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro, de posse de boa fortuna, deve estar atrás de uma esposa.”

Elizabeth e suas quatro irmãs estão impossibilitadas de herdar a propriedade de seu velho pai e enfrentam a ameaça do despejo. As irmãs devem garantir sua segurança financeira por meio do casamento, mas nossa heroína tem outros planos. Ela fez votos de se casar somente por amor. Seu olhar acaba capturado pelo distinto Sr. Darcy, mas quem irá salvar os Bennets? Elizabeth deve se casar por amor ou deve salvar sua família?

Jane Austen se referia a Orgulho e preconceito (1813), o primeiro romance que escreveu, como seu “filho querido” – e gerações de leitores lhe têm dado um cantinho em seus corações desde então. A atração irresistível que ela retrata, entre a vivaz e independente Elizabeth Bennet e o austero e solene Sr. Darcy, se insere entre as maiores, mais românticas e mais engraçadas histórias de amor já contadas.

Se interessou pela história?

Leia um trecho: Orgulho e Preconceito.

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

O Diário de Mr. Darcy – Amanda Grange

Editora: Pedra Azul450xN (2)

Páginas: 220

O único lugar em que Mr. Darcy poderia compartilhar seus sentimentos mais íntimos eram as páginas do seu diário. Dividido entre o senso de dever com o nome de sua aristocrática família e a paixão crescente pela plebeia Elizabeth Bennet, tudo o que esse jovem nobre podia fazer era lutar contra tal sentimento. Neto de conde por parte de mãe, Mr. Darcy possuía grande quantidade de terra, enorme receita com os inquilinos e uma grande riqueza herdada. O tamanho de sua propriedade e o seu status social lhe davam, inclusive, o direito de nomear o vigário da paróquia e faziam dele uma pessoa muito influente no condado de Derbyshire, na Inglaterra do início do século XIX. Disputado pelas damas da sociedade londrina, Mr. Darcy vive sua experiência sentimental singular a partir do encontro com Elizabeth em Meryton, pequena vila do condado de Hertfordshire, no interior do país. Embora naturalmente rígido e teimoso, demonstra que, no íntimo, também é um homem dedicado e carinhoso. O Diário de Mr. Darcy, portanto, apresenta a história do improvável namoro de Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy do ponto de vista dele. Esta graciosa continuação de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, enfoca os conflitos de Mr. Darcy e as dificuldades do seu relutante relacionamento, da rejeição inicial à luta desesperada para conquistar o coração de Elizabeth. Orgulho e Preconceito tem inspirado um grande número de sequências nos dias de hoje, mas O Diário de Mr. Darcy é a mais bem-sucedida das que incidem sobre o rico e orgulhoso cavalheiro.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Austenlândia – Shannon Hale

Eu adoro livros que remetem aos clássicos da Jane Austen, é divertido ver versões diferentes.

Jane Heyes é uma personagem que vai fazer muita leitora se identificar, ela é apaixonada pelo Mr. Darcy, passa os dias assistindo ao filme cujo o autor Colin Firth é o protagonista. Sua tia-avó descobre sobre o segredo que Jane esconde de todos e resolve presenteá-la com uma viagem a Austenlândia; um lugar onde é possível reviver a história de Orgulho e Preconceito. Inicialmente ela fica insegura e não sabe se é uma boa ideia continuar vivendo uma vida encenada. No novo lugar as modernidades do mundo atual são deixadas de fora, ela deve seguir os padrões da época, desde roupas até costumes e tratamentos e apesar de ser uma oportunidade interessante, é algo que a deixa confusa, já que as pessoas estão ali apenas para “entreter” os convidados e é tudo ensaiado, ou seja, as falas e os sentimentos são de mentira. Jane depois de um tempo resolve aceitar o desafio e interpreta seu papel, mas o que não poderia imaginar é que há certos sentimentos que não controlamos e mais difícil ainda é quando o mesmo é despertado duplamente.

Austenlândia é um livro criativo, mas senti falta de algo a mais, eu li esperando grandes cenas e interpretações, achei um pouco parada a história. De qualquer forma seria legal poder ter um lugar assim, onde aspirações pudessem se tornar reais e decerto ajudar as apaixonadas por um personagem tão icônico como o Mr. Darcy que quem conhece, não esquece,rsrs. Além do enredo principal, a personagem ainda conta sobre seus namoros e compara os acontecimentos vividos na Austenlândia com os livros da autora Jane Austen. Seria maravilhoso se tornar Lizzie por um dia, poder viver da mesma forma e de acordo com a época e se sentir como ela.

austenlandia

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

Meia-noite na Austenlândia – Shannon Hale

Editora: RecordCapa meia-noite na Austenlandia V4 DS.ai

Páginas: 320

Charlotte Kinder é bem-sucedida nos negócios, mas não no amor. Tentando se reerguer após um doloroso divórcio — e ainda obrigada a ver o ex-marido se casar com a amante —, ela passa a enfrentar o mundo dos programas arranjados com homens desconhecidos. Sem esperanças, se presenteia com duas semanas na Austenlândia, uma mansão interiorana que reproduz a época de Jane Austen. Lá, todos devem se portar de acordo com os costumes da Inglaterra regencial, ou seja, homens são perfeitos cavalheiros e o espartilho é item obrigatório nos trajes de uma dama. Porém, na verdade, os homens são atores, contratados para entreter as hóspedes.
Todos em Pembrook Park devem desempenhar um papel, mas, com o passar do tempo, Charlotte não tem mais certeza de onde termina a encenação e começa a realidade. E, quando os jogos na casa se mostram um pouco assustadores, ela descobre que talvez nem mesmo o chapéu mais bonito poderá manter sua cabeça grudada ao pescoço. Ao contrário do que se poderia pensar, Pembrook Park se revela um lugar intimidante, e a experiência de Charlotte passa a ser muito diferente da descrita no pacote de férias.

Boa leitura, beijos! ♥

SINOPSES

Austenlândia – Shannon Hale

Editora: RecordCapa Austenlândia V2 RB.ai

Páginas: 240

Jane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, ela guarda um um segredo constrangedor: é verdadeiramente obcecada pelo Sr. Darcy. Embora sonhe com ele, os homens reais com os quais se depara são muito diferentes dos que habitam sua fantasia. Justamente por isso, ela decide deixar de lado sua vida amorosa e aceitar seu destino: noites solitárias aconchegada no sofá assistindo a Colin Firth em seu DVD.
Porém, esses não são os planos que sua rica e velha tia-avó Carolyn, tem para a moça. A única a descobrir o segredo de Jane deixa, em seu testamento, férias pagas para a sobrinha-neta na Austenlândia. A ideia é que Jane tenha uma legítima experiência como uma dama no início do século XX e consiga se livrar de uma vez por todas de sua obsessão. Contudo, para isso, ela terá que abrir mão do celular, da internet e até do uso de sutiãs em troca de tardes de leitura, espartilhos e… a companhia de belos cavalheiros.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Diário Secreto de Lizzie Bennet – Bernie Su e Kate Rorick

Terminei “O Diário Secreto de Lizzie Bennet” e no fundo não queria que terminasse, por mais que eu já soubesse o que iria acontecer com os personagens, essa abordagem moderna ficou tão bem desenvolvida que foi difícil de largar, nem senti o tempo passar.
Lizzie é uma jovem formada em Letras e está fazendo pós em Comunicação de massa; começa a gravar vídeos sobre sua família e seu cotidiano para um trabalho de faculdade, mas não esperava que houvesse um retorno tão grande a ponto de mais tarde pensar em transformar isso em trabalho. Jane, sua irmã, adora moda e tem o jeito calmo e gentil que agrada a todos. A Lydia é a irmã caçula, a mais vibrante, a que adora uma festa e vive paquerando e bebendo escondido por não ter idade ainda.
As três irmãs convivem diariamente com as tentativas de casamento que a mãe lhes propõe e com a calmaria do pai.
Tudo fica mais interessante quando dois jovem ricos e charmosos chegam a cidade, Bing Lee e Darcy, jovem estes que vão mudar muito a rotina e a vida das irmãs Bennet.
Além dos vídeos que Lizzie grava para seu público, ela ainda mantém um diário secreto que narra tudo sobre seu dia e seus sentimentos.

Para uma leitora que é apaixonada por “Orgulho e Preconceito” só posso dizer que é uma das melhoras adaptações que poderiam ter feito, as cenas modeladas para a época atual te levam a pensar que qualquer uma poderia ser a “Lizzie”.
Melhor de tudo é que o livro é baseado na série “The Lizzie Bennet Diaries”, ou seja, diversão dobrada.

diariosecreto

Boa leitura, beijos! ♥