RESENHAS

Morte na Alta Sociedade – Georges Simenon (Quarta Leitura da MLI 2017)

Oii, boa tarde leitores!

O quarto e último livro que selecionei para ler durante a Maratona Literária de Inverno, foi “Morte na Alta Sociedade”, do Georges Simenon. Há tempos que estou para ler algum título do mesmo e pensei que seria uma ótima oportunidade ler durante a maratona. Escolhi o título aleatoriamente, por isso se encaixou perfeitamente ao desafio “Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata”.

IMG_20170727_172218

O inspetor-chefe Maigret é chamado para solucionar o mistério acerca da morte do Conde Armand de Saint-Hilaire, um diplomata aposentado, diplomata este que morava sozinho com a empregada e que por anos trocou correspondências com Isabelle, a Princesa de V. A mesma sonhava com o dia em que poderia se casar com Saint-Hilaire e sabia que somente poderia concretizar o sonho quando seu marido falecesse e quando isso acontece, ela é surpreendida dois dias após, com a notícia de que seu amado também se foi.

Maigret fica intrigado quanto à história contada por todos sobre as cartas trocadas por Isabelle e Saint-Hilaire, ainda mais que todos sabiam do interesse nutrido por ambos, até mesmo o próprio marido dela e devido a isso resolve investigar. Começa pela empregada Jaquette, que se mantém o tempo todo quieta e misteriosa e chega a conversar até mesmo com o filho e netos da Princesa.

Em meio a correspondências, anseios e mistérios não solucionados, o inspetor-chefe terá que se atentar aos mínimos detalhes e contar com a ajuda de todos os envolvidos para conseguir solucionar o caso.

IMG_20170727_173151

Foi uma leitura bem rápida, é uma história concisa e com poucos detalhes. Ao ler o desfecho fiquei um tanto quanto decepcionada, pois esperava uma grande revelação, haha, penso que isso se deve ao fato de eu estar acostumada com os casos narrados pela Agatha Christie e pelo Sherlock Holmes. No entanto, devo ressaltar que é um livro ótimo para quem está começando a ler o gênero policial e/ou para quem gosta de livros que se passam em Paris. Pretendo ler os outros dois títulos do autor que tenho aqui em casa para poder ter uma opinião geral e mais completa acerca do mesmo e suas obras.

IMG_20170727_173624

Já leram alguma obra do Simenon? Se sim, qual ou quais? Me contem nos comentários!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Clube de Leitura de Jane Austen – Karen Joy Fowler (Terceira Leitura da MLI 2017)

Oii, boa tarde leitores!

A resenha de hoje envolve o terceiro livro lido da Maratona Literária de Inverno. Escolhi o título para o desafio que consistia em ler um livro comprado pela capa e apesar de ter adquirido “O Clube de Leitura de Jane Austen” devido ao enredo, não há como negar que a capa é maravilhosa, é uma daquelas que te conquista à primeira vista, hehe!

Jocelyn, Prudie, Sylvia, Allegra, Bernadette e Grigg, seis pessoas com histórias de vida tão diferentes, decidem se reunir mensalmente para debater as obras da consagrada autora, Jane Austen.

Jocelyn, a idealizadora do clube de leitura,  mora sozinha e é uma criadora de leões da rodésia, uma raça de cachorro. Por ter sofrido abusos e desilusões durante a adolescência, decide se manter solteira a ter que vivenciar mais alguma experiência ruim. Dos seis integrantes, ela é a que gosta de estar no controle de tudo e tem sempre uma palavra amiga.

Sylvia conheceu Jocelyn em um acampamento, quando as duas eram bem novas e desde então, passaram por muitos momentos juntos, até mesmo tiveram o mesmo namorado. Sylvia está tentando se manter bem diante do fim do casamento, Daniel, seu ex-marido resolveu se separar repentinamente, o que ocasionou em uma desestruturação total na família.

Allegra é filha de Sylvia e adora artes manuais. Ela possui ideias muito bem formadas, adora vivenciar novas aventuras e está sempre querendo discutir acerca dos mais diversos assuntos. Homossexual assumida, a mesma acaba se frustrando com um relacionamento e aproveita as reuniões para indiretamente desabafar sobre seus problemas.

Prudie é professora de francês e leciona em uma classe de ensino médio. Seu costume de sempre ficar falando em outro idioma diante do grupo, por vezes desperta um incômodo. Ela passa para todos a imagem de ser uma mulher muito bem decidida, contudo, vive repleta de anseios e indagações quanto ao relacionamento delicado que possui com a mãe, sobre seu casamento e até mesmo seu trabalho.

Bernadette de todas as mulheres do clube, é a mais calma. Já se casou diversas vezes e a cada novo matrimônio, pensa que um novo amor está surgindo e junto a ele um final feliz. Adora observar aves e está sempre disposta a manter um clima pacífico entre os integrantes do clube.

Grigg é único homem que participa do clube de leitura. Como cresceu em uma casa repleta de mulheres, não se incomoda e nem se sente intimidado diante de tantas mulheres e suas respectivas opiniões fortes. Ele chega ao primeiro encontro com um volume único contendo todas as obras da autora, o que deixa as demais participantes inconformadas e inquietas pensando que o mesmo não conseguirá acompanhar, no entanto, aos poucos ele as cativa e consegue demonstrar que não somente gosta de ficção científica, como também de Jane Austen.

Ao fim de cada encontro, além de debaterem sobre a obra escolhida, os personagens aproveitam para refletir acerca de suas vidas.

Ao final do livro, o leitor é surpreendido por um guia contendo um breve resumo e curiosidades das obras discutidas; reações de diversas pessoas quanto aos livros; notas e questões levantadas pelas personagens. Achei incrível!

Quanto à diagramação do livro, a editora está de parabéns, ficou maravilhosa! A arte de capa é divina, eu me apaixonei assim que a vi pela primeira vez, a combinação de cores e fontes tornou a obra muito atraente. O tamanho da fonte no interior da obra é um pouco menor do que estou acostumada, mas nada que tenha incomodado, até porque se tivessem selecionado uma fonte maior, o livro teria ficado muito extenso. Achei um charme as pequenas ilustrações de livros nas páginas que antecedem os capítulos, são muito fofas! Por fim, não poderia deixar de mencionar a cor escolhida para o interior das orelhas, é um tom perfeito de vermelho.

Eu assisti ao filme junto com minha mãe há alguns anos atrás e na época lembro que fiquei extasiada com a forma que fui cativada no decorrer do enredo, foi uma experiência incrível, terminei querendo ler/reler todos os livros debatidos e até mesmo montar um clube, rs. Não sabia que o filme tinha sido feito baseado em um livro e quando a Rocco divulgou o lançamento, eu fiquei muito feliz e empolgada, porque se já havia gostado do filme, imagina o quanto não iria gostar do livro.

Agora que já conheço o filme e o livro, farei minhas considerações:

Elenco

Não posso criticar a escolha e nem opinar tanto, porque assisti ao filme primeiro e quando fui ler o livro os personagens por mais que eu tentasse imaginá-los de forma diferente, possuíam o mesmo rosto da adaptação.

Enredo

De forma geral, não há tantas modificações, o que acontece é que de certa forma o filme é um pouco mais atraente, senti que no livro pode ocorrer uma leve confusão diante de tantos personagens e até mesmo com a discussão dos títulos nas reuniões. É perceptível que há um narrador, o livro foi escrito em primeira pessoa, mas não se sabe ao certo quem é e isso pode deixar alguns leitores incomodados. Eu gostei de ambos e penso que as cenas adicionais no filme somente tornaram a história mais interessante.

Para finalizar, a pergunta que não quer calar: É necessário ler todas as obras discutidas antes de ler este livro?

Eu diria que não, no próprio livro ao final há um breve resumo das obras, mas, penso que a experiência se tornará melhor e mais completa se o leitor souber os detalhes, pois além de compreender melhor as indagações feitas pelos personagens, ainda pode opinar.

Já quero aproveitar até para convidá-los para uma leitura conjunta. O que acham de ler as obras de Jane Austen? Poderíamos selecionar uma por mês, igual foi feito no livro e depois discuti-las.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Um Doce de Confeiteiro – Janaina Rico (Segunda Leitura da MLI 2017)

Oii, boa noite leitores!

Finalizei hoje o segundo livro que selecionei para ler durante a MLI. O escolhido foi “Um Doce de Confeiteiro, da Janaina Rico. Escolhi este título ao acaso, já tinha em mente que gostaria de ler algum livro de uma das plataformas de leitura, mas ainda não sabia ao certo qual seria. O mesmo estará completo até o dia 01 de agosto no Wattpad e também encontra-se disponível para compra na Amazon.

Renata para a felicidade de seus pais, deixou a faculdade de Letras para cursar Jornalismo. Uma aluna dedicada, tímida e sempre com as melhores notas; uma filha amorosa que aprendeu a gostar de carros e acreditar no amor com seu pai e mais, uma jovem apaixonada por romances, que gostaria muito de poder vivenciar alguma das histórias, que chega até a pensar se algum dia passará por uma experiência semelhante. Quando conhece Marco Aurélio, seu novo professor de “Introdução à Fotografia”, um rapaz de 1,90 m e todo charmoso, Renata não consegue esconder seu interesse. Durante todo o semestre ele se mantem rígido com a sala toda e principalmente com a mesma, resultando em uma quase reprovação, o que para qualquer currículo seria algo inaceitável. Portanto, para conseguir recuperar sua nota, ela engole o orgulho e aceita os trabalhos extras que o mesmo propõe. Ele marca de se encontrar com ela e apesar de se sentir receosa, concorda e juntos vão para um campo, segundo o professor, para uma aula de campo. O que era para ser uma data marcante e inesquecível se torna um pesadelo quando ele a estupra, ela não consegue nem ter reação quando tudo acontece e somente consegue desabafar acerca de tudo para sua família meses depois.

Depois do ocorrido traumático e da humilhação de ser taxada como mentirosa por algumas pessoas, ela decide que não permitirá ter nenhum relacionamento e a decisão dura até o dia em que conhece Daniel Braga.

Devido a tristeza que lhe assombra, Robson, seu irmão, começa a enviar currículos para várias empresas e é desta forma que ela recebe uma proposta irrecusável de ir trabalhar em Londres. Uma oportunidade para começar uma nova vida, com novo idioma, tradições e um novo emprego. O tempo vai passando e justo no último dia de trabalho no Rio, quando está indo para o local em que entrevistará um chef de cozinha, um homem bate em seu carro, ou melhor, em seu bebê CrossFox laranja. Depois de muitos xingamentos, ela anota o telefone do responsável pelo acidente e vai direto para o trabalho e se surpreende ao perceber que o chef em questão é o mesmo que bateu em seu carro.

Entre selfies, momentos quentes e muito muito doce, Renata deverá decidir quais suas prioridades e saber se segue sua razão e viaja para Londres em busca de uma nova oportunidade ou a emoção, ficando com um homem que poderá mudar o rumo de sua vida.

“Será que tem como saber quem é e quem não é o nosso amor da nossa vida? Eu já tinha me enganado uma vez. E se eu estivesse novamente enganada? Estaria trocando o certo pelo duvidoso? Quantas chances daquelas apareceriam para mim? E se nunca fosse capaz de amar?”

“Você sabe ser muito cruel quando quer afastar quem você ama. Ou melhor, quem realmente te ama.”

“Infelizmente algumas vezes a vida deixa marcas impossíveis de serem apagadas.”

“Pena que as coisas não são tão fáceis como elas parecem ser. Ou, de repente, até são, mas eu tenho um talento nato em complicar tudo.”

Quando escolhi este livro não imaginei que seria extremamente erótico, achei que seria mais leve e devido a isso acabei ficando constrangida com algumas cenas e confesso que até pulei outras. No geral a história me agradou, a autora aborda um assunto muito sério que deveria ser debatido mais que é o estupro contra a mulher, um ato que marca a vida da pessoa para sempre, traumatiza e que infelizmente ainda é tratada por algumas pessoas como se a culpa fosse da mesma. Sinto que o mundo está mudando, mas penso que o machismo ainda é muito forte e temos que lutar muito a cada dia pelos nossos direitos, ainda falta tanto respeito, liberdade de escolha e não podemos desanimar, por isso acho que livros assim são importantes para mostrar para ambos, mulheres e homens que atos tão cruéis devem ser extintos, que a culpa em momento algum é da mulher e que o homem tem que pagar e a pena deve ser pesada, pois somente assim teremos resultados positivos e poderemos viver com mais segurança. Acho tão absurdo não poder fazer algumas coisas simplesmente por ser mulher e digo coisas triviais, como por exemplo uma caminhada sozinha no final da tarde, quase noite, porque nunca se sabe quem encontrará e não digo apenas ter receio com relação a violência, como também com relação a cantadas e olhares que te fazem se sentir um objeto, poxa, é tão injusto e não é pedir demais ter um pouco de sossego, um momento a sós para poder se curtir e ouvir uma música.

Além deste ponto, apesar do comportamento da personagem por vezes ser irritante devido as crises de choro e todo o drama que faz perante a situação envolvendo Daniel, a história é interessante e o desfecho que imaginei que seria clichê, foi um clichê inovador, hahaha, ficou estranho essa união de palavras, eu sei, mas depois que lerem, vão compreender.

Para finalizar, foi uma leitura rápida repleta de altos e baixos. Um romance composto por drama, pitadas de humor e muito muito amor. Enquanto escrevo esta resenha, a música que está predominando na minha cabeça é:

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Universos Afins – Rainbow Rowell (Primeira leitura da MLI 2017)

Oii, boa noite leitores!

O esquenta da maratona começou ontem às 16h e como tive alguns imprevistos, acabei começando bem depois, mas o saldo ainda assim foi positivo, consegui finalizar em meia hora, “Universos Afins”, da Rainbow Rowell, o primeiro livro que havia selecionado.

universosafins (1)

Elena é super fã de Star Wars, desde muito nova acompanha a paixão dos pais pela saga e agora que já tem dezoito anos decide que quer acampar em frente ao cinema para aguardar pela tão esperada estréia de Episódio VII: O Despertar da Força.

Apesar de sua mãe ser totalmente contra e achar incompreensível uma garota que já comprou o ingresso, acampar por cinco dias, Elena está decidida, pensa que fazendo isso tornará a experiência mais completa e especial. Ao chegar no cinema, a jovem conhece Troy e Gabe e é com eles que convive pelo período.

Entre revelações, cafés do Starbucks e idas ao banheiro, Elena não somente fará novas amizades, como vivenciará uma experiência inesquecível!

Eu li este livro em apenas trinta e um minutos e foi uma leitura tão agradável que fiquei com aquele gostinho de quero mais. A escrita da Rainbow costuma causar esse efeito, ela conquista sua atenção no início e te faz ficar curioso para saber qual será o desfecho, o que resulta em uma leitura fluida e rápida, hehe. É uma história simples, na verdade, um conto, ótimo para ajudar quem está com a danada da ressaca literária ou para quem quer uma leitura leve.

Quanto à diagramação, o livro possui orelhas, as fontes são grandes e a numeração foi posicionada ao lado da folha.

Para finalizar, quero deixar um pedido para a Rainbow: Por favor, estenda este conto e o transforme em uma história, tenho certeza que assim como eu, mais leitores ficarão animados e felizes. Já até consigo imaginar um pouquinho da vida de cada personagem mencionado. 😍😍😍

Boa leitura, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

TBR – Maratona Literária de Inverno 2017

Oii, boa tarde leitores!

Depois de alguns reajustes, enfim, selecionei os livros que quero ler durante a Maratona Literária de Inverno. Pensei muito nos títulos e na quantidade, pois de nada adianta selecionar muitos livros, se sabe que não conseguirá cumprir, isso apenas acarretará em frustração e em alguns casos, uma grande ressaca literária. Como tenho acompanhado algumas histórias nas plataformas Wattpad e Sweek e tenho tido uma rotina de estudos mais intensa, selecionei o nível intermediário e incluí quatro títulos na minha TBR.

 Nível Fácil

Ler um livro com a capa azul 

Como o próprio Victor mencionou no vídeo da MLI, se a capa é azul ou não, quem decide é o leitor, hahaha. Escolhi “Universos Afins”, que possui em sua capa, um belo céu AZUL MARINHO estrelado. O mesmo foi escrito pela Rainbow Rowell e já li muitas resenhas positivas, eu adoro a escrita da autora e estou super empolgada para conhecer a história.

Sinopse:

Estar numa fila não é uma situação das mais agradáveis. Porém, para a jovem Elena, acampar na frente do cinema só para acompanhar a estreia do mais novo Star Wars é nada menos que uma grande jornada. O problema é que em dias de internet (e compras de ingressos on-line), essa vibe de fila não é compartilhada por muitos outros fãs. Ao chegar ao cinema, dias antes da estreia, só há mais duas pessoas ali acampadas: Gabe e Troy, que entendem a fila como um ritual obrigatório para tornar aquela experiência algo realmente memorável. “Universos afins” é um saboroso conto geek sobre expectativas e sobre compartilhar paixões. Rainbow Rowell mais uma vez apresenta uma obra inocente e engraçada, com aquela pontinha de nostalgia que nos deixa com um nó na garganta, como há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante.

Ler um livro com menos de 200 páginas

Escolhi também para o desafio, o livro “Universos Afins”, que possui apenas 96 páginas.

Ler um livro que você comprou pela capa 

Quando a Editora Rocco divulgou o lançamento de “O Clube de Leitura de Jane Austen”, da Karen Joy Fowler, meu coração disparou, foi amor à primeira vez em todos os sentidos, tanto pela arte de capa, como pela história. Eu assisti ao filme de mesmo nome e fui cativada completamente pelo enredo. Já citei várias vezes aqui no blog a paixão que tenho pela autora Jane Austen e este livro é uma declaração de amor para a mesma, não tinha como deixar de fora da maratona, rs.

Sinopse:

Consagrada pelos diálogos afiados e pela ironia presente em seus romances, Jane Austen é uma das escritoras inglesas mais conhecidas no mundo. Fã da autora, a norte-americana Karen Joy Fowler faz um divertido passeio por suas obras em O clube de leitura de Jane Austen, que se manteve por 33 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, figurou no prestigioso ranking dos 100 livros notáveis do ano do jornal e deu origem ao filme de mesmo nome. No livro, Fowler apresenta um grupo formado por cinco mulheres e um homem, traçando um paralelo entre seus personagens e os criados pela autora britânica, numa deliciosa análise dos relacionamentos modernos à luz da obra de Jane Austen.
A trama, que se passa na Califórnia, começa quando Jocelyn, uma criadora de cães da raça Leão da Rodésia, decide montar um clube de leitura para discutir as obras de Jane Austen. Ela escolhe a dedo os integrantes: Sylvia, sua melhor amiga desde quando as duas tinham 11 anos; Allegra, filha de Sylvia; Prudie, professora de francês na escola local; a falante Bernadette, conhecida por ter se casado várias vezes; e Grigg, o único homem autorizado a participar.
Enquanto mergulha no universo de Jane Austen, o sexteto vive suas próprias histórias. Os leitores acompanham dramas como o divórcio de Sylvia, a morte da mãe de Prudie e o rompimento do namoro de Allegra. Mas nem tudo é tristeza: as irmãs mais velhas de Grigg dão uma ajuda para que ele se aproxime de sua paixão secreta, Bernadette encontra um novo marido e Jocelyn tem a chance de redescobrir o amor.
Sucesso de vendas nos Estados Unidos, O clube de leitura de Jane Austen mostra que Karen Joy Fowler é capaz de criar uma trama deliciosa, transportando para os dias de hoje a voz da escritora inglesa que soube, como ninguém, descrever a sociedade provinciana da Inglaterra no século XVIII. O livro de Fowler ganhou uma adaptação para o cinema, com roteiro de Robin Swicord e nomes como Emily Blunt e Kathy Baker no elenco.

 

 Nível Intermediário

Ler um livro escrito por uma mulher

Dias atrás estava pesquisando novos títulos para ler na plataforma Wattpad e me deparei com o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico. Como o mesmo estará disponível completo apenas até 01 de agosto, não tive dúvidas, em adicionar a lista. Para ler, basta clicar aqui.

Sinopse:Resultado de imagem para um doce de confeiteiro janaina rico

Uma jornalista obstinada, em busca de novos horizontes na carreira. Um confeiteiro premiado, que prefere a reclusão de sua cozinha. Renata acreditava que aquele seria seu último dia de trabalho na redação atual e então ela poderia seguir para o emprego dos sonhos, em Londres. Bastava entrevistar o confeiteiro Braga, recém ganhador da premiação “Melhor Cupcake das Américas”. Um profissional que zelava pela discrição e que nunca havia exibido seu semblante na mídia. A caminho do Braga’s Cake Design uma batida de carro a faz conhecer um bonitão, que a atrai imediatamente, mesmo que ele tenha machucado o seu possante. Ao chegar no local da entrevista, ela descobre que o confeiteiro e o moço bonito são a mesma pessoa e, em meio a tantas guloseimas, a atração entre eles se torna ainda mais irresistível. Só que a jornalista está de partida para a Inglaterra e agora precisa tomar uma decisão. O que vale mais? O emprego de ouro ou uma paixão avassaladora? Com muito açúcar, chocolate e merengue, este romance é uma receita de sensações intensas e avassaladoras, ingredientes que irão lhe deixar com água na boca e com vontade de experimentar o gosto de se apaixonar por um confeiteiro.

Ler um livro nacional

Vou aproveitar também para este desafio, o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico.

Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata

Minha mãe é leitora e há tempos que me indica os livros do Simenon, pois bem, para diversificar esta lista, decidi escolher “Morte na Alta Sociedade”, do mesmo.

Essas foram minhas escolhas, já decidiram quais livros vão ler? Se sim, me contem nos comentários e me adicionem no aplicativo oficial da MLI.

Boa leitura, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

Maratona Literária de Inverno 2017

Oii, boa noite leitores!

O Victor Almeida do canal Geek Freak, publicou hoje o vídeo da Maratona Literária de Inverno. O evento ocorrerá do dia 16 até o dia 30 de Julho, sendo que no dia 15 ocorrerá um esquenta de 12 horas de leitura consecutiva, a partir das 16h.

Canais Participantes:

Vitor Martins: http://www.youtube.com/vitormartinsTV
Livraria em Casa: http://www.youtube.com/livrariaemcasa
All About That Book: http://www.youtube.com/allaboutthatbook
Thereza Reads: http://www.youtube.com/therezaandrada

Desafios da TBR (To Be Read):

Nível Fácil

  • Ler um livro com a capa azul
  • Ler um livro com menos de 200 páginas
  • Ler um livro que você comprou pela capa

Intermediário

  • Ler um livro escrito por uma mulher
  • Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata
  • Ler um livro nacional

Hardcore

  • Ler um livro que se passe em um período histórico importante
  • Ler um livro com pontuação no título
  • Ler um livro que é muito criticado ou que alguém não gostou

Para se inscrever, basta clicar aqui e para baixar o aplicativo, aqui.

Estou super empolgada, ainda não sei quais títulos pretendo ler e nem o nível de desafios, mas prometo que assim que decidir, conto para vocês.

Boa leitura, beijos! ♥