RESENHAS

Morte na Alta Sociedade – Georges Simenon (Quarta Leitura da MLI 2017)

Oii, boa tarde leitores!

O quarto e último livro que selecionei para ler durante a Maratona Literária de Inverno, foi “Morte na Alta Sociedade”, do Georges Simenon. Há tempos que estou para ler algum título do mesmo e pensei que seria uma ótima oportunidade ler durante a maratona. Escolhi o título aleatoriamente, por isso se encaixou perfeitamente ao desafio “Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata”.

IMG_20170727_172218

O inspetor-chefe Maigret é chamado para solucionar o mistério acerca da morte do Conde Armand de Saint-Hilaire, um diplomata aposentado, diplomata este que morava sozinho com a empregada e que por anos trocou correspondências com Isabelle, a Princesa de V. A mesma sonhava com o dia em que poderia se casar com Saint-Hilaire e sabia que somente poderia concretizar o sonho quando seu marido falecesse e quando isso acontece, ela é surpreendida dois dias após, com a notícia de que seu amado também se foi.

Maigret fica intrigado quanto à história contada por todos sobre as cartas trocadas por Isabelle e Saint-Hilaire, ainda mais que todos sabiam do interesse nutrido por ambos, até mesmo o próprio marido dela e devido a isso resolve investigar. Começa pela empregada Jaquette, que se mantém o tempo todo quieta e misteriosa e chega a conversar até mesmo com o filho e netos da Princesa.

Em meio a correspondências, anseios e mistérios não solucionados, o inspetor-chefe terá que se atentar aos mínimos detalhes e contar com a ajuda de todos os envolvidos para conseguir solucionar o caso.

IMG_20170727_173151

Foi uma leitura bem rápida, é uma história concisa e com poucos detalhes. Ao ler o desfecho fiquei um tanto quanto decepcionada, pois esperava uma grande revelação, haha, penso que isso se deve ao fato de eu estar acostumada com os casos narrados pela Agatha Christie e pelo Sherlock Holmes. No entanto, devo ressaltar que é um livro ótimo para quem está começando a ler o gênero policial e/ou para quem gosta de livros que se passam em Paris. Pretendo ler os outros dois títulos do autor que tenho aqui em casa para poder ter uma opinião geral e mais completa acerca do mesmo e suas obras.

IMG_20170727_173624

Já leram alguma obra do Simenon? Se sim, qual ou quais? Me contem nos comentários!

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

O Clube de Leitura de Jane Austen – Karen Joy Fowler (Terceira Leitura da MLI 2017)

Oii, boa tarde leitores!

A resenha de hoje envolve o terceiro livro lido da Maratona Literária de Inverno. Escolhi o título para o desafio que consistia em ler um livro comprado pela capa e apesar de ter adquirido “O Clube de Leitura de Jane Austen” devido ao enredo, não há como negar que a capa é maravilhosa, é uma daquelas que te conquista à primeira vista, hehe!

Jocelyn, Prudie, Sylvia, Allegra, Bernadette e Grigg, seis pessoas com histórias de vida tão diferentes, decidem se reunir mensalmente para debater as obras da consagrada autora, Jane Austen.

Jocelyn, a idealizadora do clube de leitura,  mora sozinha e é uma criadora de leões da rodésia, uma raça de cachorro. Por ter sofrido abusos e desilusões durante a adolescência, decide se manter solteira a ter que vivenciar mais alguma experiência ruim. Dos seis integrantes, ela é a que gosta de estar no controle de tudo e tem sempre uma palavra amiga.

Sylvia conheceu Jocelyn em um acampamento, quando as duas eram bem novas e desde então, passaram por muitos momentos juntos, até mesmo tiveram o mesmo namorado. Sylvia está tentando se manter bem diante do fim do casamento, Daniel, seu ex-marido resolveu se separar repentinamente, o que ocasionou em uma desestruturação total na família.

Allegra é filha de Sylvia e adora artes manuais. Ela possui ideias muito bem formadas, adora vivenciar novas aventuras e está sempre querendo discutir acerca dos mais diversos assuntos. Homossexual assumida, a mesma acaba se frustrando com um relacionamento e aproveita as reuniões para indiretamente desabafar sobre seus problemas.

Prudie é professora de francês e leciona em uma classe de ensino médio. Seu costume de sempre ficar falando em outro idioma diante do grupo, por vezes desperta um incômodo. Ela passa para todos a imagem de ser uma mulher muito bem decidida, contudo, vive repleta de anseios e indagações quanto ao relacionamento delicado que possui com a mãe, sobre seu casamento e até mesmo seu trabalho.

Bernadette de todas as mulheres do clube, é a mais calma. Já se casou diversas vezes e a cada novo matrimônio, pensa que um novo amor está surgindo e junto a ele um final feliz. Adora observar aves e está sempre disposta a manter um clima pacífico entre os integrantes do clube.

Grigg é único homem que participa do clube de leitura. Como cresceu em uma casa repleta de mulheres, não se incomoda e nem se sente intimidado diante de tantas mulheres e suas respectivas opiniões fortes. Ele chega ao primeiro encontro com um volume único contendo todas as obras da autora, o que deixa as demais participantes inconformadas e inquietas pensando que o mesmo não conseguirá acompanhar, no entanto, aos poucos ele as cativa e consegue demonstrar que não somente gosta de ficção científica, como também de Jane Austen.

Ao fim de cada encontro, além de debaterem sobre a obra escolhida, os personagens aproveitam para refletir acerca de suas vidas.

Ao final do livro, o leitor é surpreendido por um guia contendo um breve resumo e curiosidades das obras discutidas; reações de diversas pessoas quanto aos livros; notas e questões levantadas pelas personagens. Achei incrível!

Quanto à diagramação do livro, a editora está de parabéns, ficou maravilhosa! A arte de capa é divina, eu me apaixonei assim que a vi pela primeira vez, a combinação de cores e fontes tornou a obra muito atraente. O tamanho da fonte no interior da obra é um pouco menor do que estou acostumada, mas nada que tenha incomodado, até porque se tivessem selecionado uma fonte maior, o livro teria ficado muito extenso. Achei um charme as pequenas ilustrações de livros nas páginas que antecedem os capítulos, são muito fofas! Por fim, não poderia deixar de mencionar a cor escolhida para o interior das orelhas, é um tom perfeito de vermelho.

Eu assisti ao filme junto com minha mãe há alguns anos atrás e na época lembro que fiquei extasiada com a forma que fui cativada no decorrer do enredo, foi uma experiência incrível, terminei querendo ler/reler todos os livros debatidos e até mesmo montar um clube, rs. Não sabia que o filme tinha sido feito baseado em um livro e quando a Rocco divulgou o lançamento, eu fiquei muito feliz e empolgada, porque se já havia gostado do filme, imagina o quanto não iria gostar do livro.

Agora que já conheço o filme e o livro, farei minhas considerações:

Elenco

Não posso criticar a escolha e nem opinar tanto, porque assisti ao filme primeiro e quando fui ler o livro os personagens por mais que eu tentasse imaginá-los de forma diferente, possuíam o mesmo rosto da adaptação.

Enredo

De forma geral, não há tantas modificações, o que acontece é que de certa forma o filme é um pouco mais atraente, senti que no livro pode ocorrer uma leve confusão diante de tantos personagens e até mesmo com a discussão dos títulos nas reuniões. É perceptível que há um narrador, o livro foi escrito em primeira pessoa, mas não se sabe ao certo quem é e isso pode deixar alguns leitores incomodados. Eu gostei de ambos e penso que as cenas adicionais no filme somente tornaram a história mais interessante.

Para finalizar, a pergunta que não quer calar: É necessário ler todas as obras discutidas antes de ler este livro?

Eu diria que não, no próprio livro ao final há um breve resumo das obras, mas, penso que a experiência se tornará melhor e mais completa se o leitor souber os detalhes, pois além de compreender melhor as indagações feitas pelos personagens, ainda pode opinar.

Já quero aproveitar até para convidá-los para uma leitura conjunta. O que acham de ler as obras de Jane Austen? Poderíamos selecionar uma por mês, igual foi feito no livro e depois discuti-las.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Universos Afins – Rainbow Rowell (Primeira leitura da MLI 2017)

Oii, boa noite leitores!

O esquenta da maratona começou ontem às 16h e como tive alguns imprevistos, acabei começando bem depois, mas o saldo ainda assim foi positivo, consegui finalizar em meia hora, “Universos Afins”, da Rainbow Rowell, o primeiro livro que havia selecionado.

universosafins (1)

Elena é super fã de Star Wars, desde muito nova acompanha a paixão dos pais pela saga e agora que já tem dezoito anos decide que quer acampar em frente ao cinema para aguardar pela tão esperada estréia de Episódio VII: O Despertar da Força.

Apesar de sua mãe ser totalmente contra e achar incompreensível uma garota que já comprou o ingresso, acampar por cinco dias, Elena está decidida, pensa que fazendo isso tornará a experiência mais completa e especial. Ao chegar no cinema, a jovem conhece Troy e Gabe e é com eles que convive pelo período.

Entre revelações, cafés do Starbucks e idas ao banheiro, Elena não somente fará novas amizades, como vivenciará uma experiência inesquecível!

Eu li este livro em apenas trinta e um minutos e foi uma leitura tão agradável que fiquei com aquele gostinho de quero mais. A escrita da Rainbow costuma causar esse efeito, ela conquista sua atenção no início e te faz ficar curioso para saber qual será o desfecho, o que resulta em uma leitura fluida e rápida, hehe. É uma história simples, na verdade, um conto, ótimo para ajudar quem está com a danada da ressaca literária ou para quem quer uma leitura leve.

Quanto à diagramação, o livro possui orelhas, as fontes são grandes e a numeração foi posicionada ao lado da folha.

Para finalizar, quero deixar um pedido para a Rainbow: Por favor, estenda este conto e o transforme em uma história, tenho certeza que assim como eu, mais leitores ficarão animados e felizes. Já até consigo imaginar um pouquinho da vida de cada personagem mencionado. 😍😍😍

Boa leitura, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

TBR – Maratona Literária de Inverno 2017

Oii, boa tarde leitores!

Depois de alguns reajustes, enfim, selecionei os livros que quero ler durante a Maratona Literária de Inverno. Pensei muito nos títulos e na quantidade, pois de nada adianta selecionar muitos livros, se sabe que não conseguirá cumprir, isso apenas acarretará em frustração e em alguns casos, uma grande ressaca literária. Como tenho acompanhado algumas histórias nas plataformas Wattpad e Sweek e tenho tido uma rotina de estudos mais intensa, selecionei o nível intermediário e incluí quatro títulos na minha TBR.

 Nível Fácil

Ler um livro com a capa azul 

Como o próprio Victor mencionou no vídeo da MLI, se a capa é azul ou não, quem decide é o leitor, hahaha. Escolhi “Universos Afins”, que possui em sua capa, um belo céu AZUL MARINHO estrelado. O mesmo foi escrito pela Rainbow Rowell e já li muitas resenhas positivas, eu adoro a escrita da autora e estou super empolgada para conhecer a história.

Sinopse:

Estar numa fila não é uma situação das mais agradáveis. Porém, para a jovem Elena, acampar na frente do cinema só para acompanhar a estreia do mais novo Star Wars é nada menos que uma grande jornada. O problema é que em dias de internet (e compras de ingressos on-line), essa vibe de fila não é compartilhada por muitos outros fãs. Ao chegar ao cinema, dias antes da estreia, só há mais duas pessoas ali acampadas: Gabe e Troy, que entendem a fila como um ritual obrigatório para tornar aquela experiência algo realmente memorável. “Universos afins” é um saboroso conto geek sobre expectativas e sobre compartilhar paixões. Rainbow Rowell mais uma vez apresenta uma obra inocente e engraçada, com aquela pontinha de nostalgia que nos deixa com um nó na garganta, como há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante.

Ler um livro com menos de 200 páginas

Escolhi também para o desafio, o livro “Universos Afins”, que possui apenas 96 páginas.

Ler um livro que você comprou pela capa 

Quando a Editora Rocco divulgou o lançamento de “O Clube de Leitura de Jane Austen”, da Karen Joy Fowler, meu coração disparou, foi amor à primeira vez em todos os sentidos, tanto pela arte de capa, como pela história. Eu assisti ao filme de mesmo nome e fui cativada completamente pelo enredo. Já citei várias vezes aqui no blog a paixão que tenho pela autora Jane Austen e este livro é uma declaração de amor para a mesma, não tinha como deixar de fora da maratona, rs.

Sinopse:

Consagrada pelos diálogos afiados e pela ironia presente em seus romances, Jane Austen é uma das escritoras inglesas mais conhecidas no mundo. Fã da autora, a norte-americana Karen Joy Fowler faz um divertido passeio por suas obras em O clube de leitura de Jane Austen, que se manteve por 33 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, figurou no prestigioso ranking dos 100 livros notáveis do ano do jornal e deu origem ao filme de mesmo nome. No livro, Fowler apresenta um grupo formado por cinco mulheres e um homem, traçando um paralelo entre seus personagens e os criados pela autora britânica, numa deliciosa análise dos relacionamentos modernos à luz da obra de Jane Austen.
A trama, que se passa na Califórnia, começa quando Jocelyn, uma criadora de cães da raça Leão da Rodésia, decide montar um clube de leitura para discutir as obras de Jane Austen. Ela escolhe a dedo os integrantes: Sylvia, sua melhor amiga desde quando as duas tinham 11 anos; Allegra, filha de Sylvia; Prudie, professora de francês na escola local; a falante Bernadette, conhecida por ter se casado várias vezes; e Grigg, o único homem autorizado a participar.
Enquanto mergulha no universo de Jane Austen, o sexteto vive suas próprias histórias. Os leitores acompanham dramas como o divórcio de Sylvia, a morte da mãe de Prudie e o rompimento do namoro de Allegra. Mas nem tudo é tristeza: as irmãs mais velhas de Grigg dão uma ajuda para que ele se aproxime de sua paixão secreta, Bernadette encontra um novo marido e Jocelyn tem a chance de redescobrir o amor.
Sucesso de vendas nos Estados Unidos, O clube de leitura de Jane Austen mostra que Karen Joy Fowler é capaz de criar uma trama deliciosa, transportando para os dias de hoje a voz da escritora inglesa que soube, como ninguém, descrever a sociedade provinciana da Inglaterra no século XVIII. O livro de Fowler ganhou uma adaptação para o cinema, com roteiro de Robin Swicord e nomes como Emily Blunt e Kathy Baker no elenco.

 

 Nível Intermediário

Ler um livro escrito por uma mulher

Dias atrás estava pesquisando novos títulos para ler na plataforma Wattpad e me deparei com o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico. Como o mesmo estará disponível completo apenas até 01 de agosto, não tive dúvidas, em adicionar a lista. Para ler, basta clicar aqui.

Sinopse:Resultado de imagem para um doce de confeiteiro janaina rico

Uma jornalista obstinada, em busca de novos horizontes na carreira. Um confeiteiro premiado, que prefere a reclusão de sua cozinha. Renata acreditava que aquele seria seu último dia de trabalho na redação atual e então ela poderia seguir para o emprego dos sonhos, em Londres. Bastava entrevistar o confeiteiro Braga, recém ganhador da premiação “Melhor Cupcake das Américas”. Um profissional que zelava pela discrição e que nunca havia exibido seu semblante na mídia. A caminho do Braga’s Cake Design uma batida de carro a faz conhecer um bonitão, que a atrai imediatamente, mesmo que ele tenha machucado o seu possante. Ao chegar no local da entrevista, ela descobre que o confeiteiro e o moço bonito são a mesma pessoa e, em meio a tantas guloseimas, a atração entre eles se torna ainda mais irresistível. Só que a jornalista está de partida para a Inglaterra e agora precisa tomar uma decisão. O que vale mais? O emprego de ouro ou uma paixão avassaladora? Com muito açúcar, chocolate e merengue, este romance é uma receita de sensações intensas e avassaladoras, ingredientes que irão lhe deixar com água na boca e com vontade de experimentar o gosto de se apaixonar por um confeiteiro.

Ler um livro nacional

Vou aproveitar também para este desafio, o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico.

Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata

Minha mãe é leitora e há tempos que me indica os livros do Simenon, pois bem, para diversificar esta lista, decidi escolher “Morte na Alta Sociedade”, do mesmo.

Essas foram minhas escolhas, já decidiram quais livros vão ler? Se sim, me contem nos comentários e me adicionem no aplicativo oficial da MLI.

Boa leitura, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

Maratona Literária de Inverno 2017

Oii, boa noite leitores!

O Victor Almeida do canal Geek Freak, publicou hoje o vídeo da Maratona Literária de Inverno. O evento ocorrerá do dia 16 até o dia 30 de Julho, sendo que no dia 15 ocorrerá um esquenta de 12 horas de leitura consecutiva, a partir das 16h.

Canais Participantes:

Vitor Martins: http://www.youtube.com/vitormartinsTV
Livraria em Casa: http://www.youtube.com/livrariaemcasa
All About That Book: http://www.youtube.com/allaboutthatbook
Thereza Reads: http://www.youtube.com/therezaandrada

Desafios da TBR (To Be Read):

Nível Fácil

  • Ler um livro com a capa azul
  • Ler um livro com menos de 200 páginas
  • Ler um livro que você comprou pela capa

Intermediário

  • Ler um livro escrito por uma mulher
  • Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata
  • Ler um livro nacional

Hardcore

  • Ler um livro que se passe em um período histórico importante
  • Ler um livro com pontuação no título
  • Ler um livro que é muito criticado ou que alguém não gostou

Para se inscrever, basta clicar aqui e para baixar o aplicativo, aqui.

Estou super empolgada, ainda não sei quais títulos pretendo ler e nem o nível de desafios, mas prometo que assim que decidir, conto para vocês.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Sexta Leitura Finalizada da Carnatona – Simplesmente o Paraíso – Julia Quinn (Quarteto Smythe-Smith #1)

Oii, boa tarde leitores!

É com enorme satisfação que hoje venho compartilhar com vocês minha opinião acerca do livro “Simplesmente o Paraíso”, da Julia Quinn. O mesmo é o primeiro do quarteto Smythe-Smith, lançado pela Editora Arqueiro em fevereiro.

IMG_20170317_115511

Ao contrário das demais resenhas da Carnatona, essa será a mais difícil, pois se trata de uma obra de uma das minhas autoras favoritas, por isso espero poder expressar em palavras o quão feliz e emocionada fiquei com a história e o fato de estar em contato novamente com a escrita da mesma.

Foi uma experiência única, desde o pedido do boxe com o quarteto, até a espera, a chegada, o unboxing, o famoso ritual de cheirar e admirar cada capa e por fim, ler. Comecei a leitura e mais uma vez fui sendo envolvida com as palavras da Julia, cheguei a um ponto que não sabia se deveria me conter e ler vagarosamente ou se simplesmente me permitia e deixava a fluidez da história me levar. Me apaixonei pelo casal Honoria e Marcus, da mesma maneira que me apaixonei pelos casais Bridgertons.

Marcus Holroy sempre foi um menino solitário, cresceu sem a mãe e o pai muito rígido, não se importava quando o assunto era carinho e atenção, apenas se preocupava com a educação e a maneira com que o filho se portava diante da sociedade. Devido a isto, o mesmo se sentiu muito bem quando conheceu e foi acolhido por Daniel Smythe-Smith e sua família.

Honoria Smythe-Smith, a irmã caçula da família, sempre se sentiu um tanto quanto excluída por não ter com quem brincar, suas irmãs eram bem mais velhas e seu irmão Daniel lhe mantinha longe das brincadeiras. Quem lhe proporcionou momentos agradáveis foi Marcus, o mesmo não conseguia deixá-la sozinha e acabava quebrando o acordo que tinha com Daniel e a incluía nas brincadeiras.

As Smythe-Smith são muito conhecidas pela sociedade devido ao recital anual que a família proporciona a sociedade. O evento é composto por uma apresentação musical envolvendo quatro integrantes. O problema no entanto é que nenhuma delas é uma grande artista e como elas sabem e concordam com o fato, tentam a todo custo evitar o evento, pois ao final do mesmo se sentem constrangidas e a plateia que apenas acompanha em respeito a família e tradição, não sabe se ri, chora ou se sai correndo.

Depois de muito tempo, Daniel acaba se envolvendo em uma briga e é um duelo que ele acaba ferindo gravemente o cavalheiro, o que acaba lhe acarretando uma viagem às pressas. Longe de casa, ele pede a seu amigo Marcus que cuide de sua irmã e que fique de olho nos pretendentes. O amigo assim o faz e sem Honoria saber, fica atento a todos que se aproximam dela.

Honoria e Marcus acabam se encontrando inesperadamente em um evento e devido a uma peripécia da jovem, ele acaba machucado e a partir deste momento, um sentimento que até então estava adormecido em ambos é trazido a tona com direto a leituras ao pé da cama, doces roubados, declarações trocadas e muito humor.

img_20170225_153658

Que delícia poder reencontrar alguns Bridgertons e me encantar com uma das Smythe-Smith, quando as conheci confesso que fiquei curiosa para saber mais sobre seus anseios e opiniões e o que a Julia fez foi nos presentear com a história delas. Honoria é uma linda e interessante jovem que encontra o amor da forma mais inesperada e pura.

Quanto a diagramação, acho interessante começar falando da capa, uma bela escolha de cores que fizeram o coração desta leitora apaixonada por rosa, enlouquecer (capa favorita ), a textura é formidável, é aveludada e as fontes escolhidas combinaram em cheio; as folhas são amareladas; o livro possui orelhas e as fontes do interior são simples e elegantes com um tamanho bom para que a leitura se torne confortável.

Junto ao livro eu ganhei um marcador magnético com a mesma arte e apesar de eu ter ficado com um pouco de dó, eu o utilizei durante toda a leitura e foi incrível, ele é leve e não deixa as folhas marcadas.

IMG_20170317_122103

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Terceira Leitura Finalizada da Carnatona: Alriet – Quando O Amor Acontece – Grazi Fontes

Oii, boa tarde leitores!

Escolhi este título para cumprir o desafio de ler um livro nacional, adquiri o mesmo na Amazon gratuitamente em uma promoção.

IMG_20170310_131643

Alecsander é um rapaz extremamente tímido e devido a esta característica sente-se receoso em se aproximar de garotas.

Harriet, pelo contrário, é super extrovertida, alegre e não tem vergonha de se aproximar das pessoas, o único problema é que passou a infância viajando, por isso não possui muitos amigos e é com o intuito de de fixar em um só local que ela decide morar com os avós e continuar os estudos de forma tradicional.

Logo no primeiro dia de aula ela esbarra em Alecsander e apesar de personalidades tão diferentes, eles começam a se conhecer e se dar bem. Ele acaba sendo conquistado pela grande coleção de livros dela da Agatha Christie e ela acaba sendo surpreendida com os dons musicais dele.

Com o passar dos anos, a amizade se fortalece, eles se comunicam através de e-mails, mensagens e visitas presenciais, contudo, o inesperado acontece e começam a surgir pequenos conflitos. Ambos percebem que a amizade está se transformando em algo mais e junto a este novo sentimento, surgem dúvidas, restando a eles decidirem o que é mais importante.

IMG_20170310_131508

Eu gostei muito da escrita da autora, adorei o fato da história se passar em Bruxelas, foi tão interessante poder conhecer melhor da cidade. Só tenho uma reclamação a fazer a respeito dos protagonistas, que casalzinho complicado, passaram por inúmeras brigas tão bobas que a vontade era entrar na história e puxar a orelha de ambos, haha. E se for pensar, na vida real isso acontece e muito, quantas e quantas vezes brigamos com amigos e pessoas que gostamos por motivos sem importância e acabamos por perder um tempo precioso.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Segunda Leitura Finalizada da Carnatona: Louis e Noémie: Um (a)caso de amor em Paris – Giulia Mancini

Oii, boa noite leitores!

Faz tempo que estava querendo ler este livro, aproveitei que entrou na Amazon gratuitamente e não tive dúvidas em acrescentar na minha tbr. É uma história super curtinha, daquelas que você lê enquanto está na fila ou no transporte.

IMG_20170309_172454

Louis e Blanche são noivos, Noémie e Gael namorados, o que os casais possuem em comum? Estão na cidade luz, mais especificamente na famosa Pont des Arts, imortalizando o amor com um simples cadeado.

Apesar do momento ser romântico, Blanche acaba se despedindo do noivo para andar de bicicleta e Gael se despede de Noémie para ensaiar. Louis e Noémie ficam sozinhos na ponte, ele se encanta com o sorriso dela e ela com o olhar dele. Diante de tal conexão, decidem conversar.

Depois de seis anos, Louis e Noémie acabam se reencontrando ao acaso na mesma ponte, a diferença é que dessa vez ambos estão solteiros ou quase isso. Juntos vão se conhecer melhor e tentar cumprir uma lista que ela se propôs a cumprir anos atrás.

IMG_20170309_172433

Que conto mais amorzinho

Uma história clichê que vai acalentar o coração dos leitores apaixonados pela cidade luz. A personagem Noémie viaja para Paris com uma lista de lugares que deseja visitar e é tão empolgante poder acompanhá-la, ainda mais que a lista foi feita junto a sua mãe, o que a torna mais especial. E para quem adora um livro com trilha sonora, a autora selecionou uma playlist especial, para acessar, basta clicar aqui.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Primeira Leitura Finalizada da Carnatona: Intrigas da Corte – Elizabeth Fremantle

Oii, boa tarde leitores!

Recebi mês passado de cortesia da Editora Paralela, o lançamento “Intrigas da Corte”, da autora Elizabeth Fremantle. Apesar de ser o segundo volume da Série “Xeque-Mate da Rainha”, é possível ler de forma independente. Fiquei tão contente com o recebido que fui logo ler, inclusive aproveitei para adicionar a minha tbr da Carnatona.

IMG_20170308_103907IMG_20170308_103853

A leitura é tão cativante que não sabia se prosseguia rapidamente ou se aproveitava lentamente. É uma história densa, com trechos marcantes e personagens muito fortes, acredito que será apreciado pelos leitores que adoram história, romances intensos e arrisco dizer que envolverá até mesmo um público inesperado.

No decorrer do enredo conhecemos mais sobre os Tudor e a respectiva linha de sucessão pelo poder.

No ano atual, temos como rainha,  Mary Tudor, uma monarca rígida que segue a religião a risca. Diante de ameaças e uma traição, decide pelo enforcamento de sua prima Lady Jane Grey e o tio. A população vive uma época tensa, onde tudo é motivo de desconfiança e diante dos fatos recentes, Frances, mãe de Jane, se sente atordoada e muito preocupada com o bem estar de suas duas outras filhas: Katherine e Mary.

Katherine é conhecida pela sua beleza estonteante e apesar de ter se casado, teve a cerimônia cancelada devido aos escândalos envolvendo sua família. Sua mãe se preocupa com a mesma, pois ela pode acabar se tornando uma ameaça direta a rainha por poder ter filhos.

Mary é a filha caçula e ao contrário da sua irmã, não apresenta nenhuma ameaça a rainha, ela é chamada de ratinha por possuir baixa estatura e por ter nascido com uma má formação nas costas, o que lhe acarreta dificuldades físicas e sentimentais. A jovem se aproveita dos seus defeitos para se aproximar da rainha e assim proteger sua família.

Mary Tudor é casada e por muito tempo alimenta uma gravidez que mais tarde se mostra irreal e devido a este fato acaba por perder o marido. Depois de sua morte, a sucessora Elizabeth I se mostra mais amigável e não tão rigorosa quanto a religião para com a população, pelo menos é o que aparenta inicialmente.

Em meio a paixões arrebatadoras, mentiras, traições e muito poder, as irmãs Grey terão que se unir e lutar pelo que acreditam para poder ter uma vida sossegada ou quase isso.

IMG_20170307_173249

Eu fiquei tão impressionada com a história, a cada capítulo uma emoção diferente, me envolvi demais com os personagens. Ao final do livro a autora explica que tentou se manter fiel a história real, porém, como não foram encontrados registros acerca de alguns fatos, ela acrescentou detalhes para obter um enredo mais completo.

O livro é dividido em cinco partes, sendo que os capítulos ao invés de serem numerados, foram selecionados com narrações de personagens, ou seja, a cada novo capítulo, temos os pensamentos e narração de um personagem específico. Penso que dessa forma a autora conseguiu aproximar ainda mais os leitores da história e dos personagens, é como se estivéssemos trocando correspondências com os mesmos.

Não posso deixar de mencionar a respeito da diagramação, as letras possuem um tamanho confortável para a leitura e a arte de capa é belíssima, o contraste das cores com o hot stamp (prata) do título deixaram a edição mais bonita.

IMG_20170307_162439

O que auxilia a leitura e a deixa mais fluida é a árvore genealógica que encontramos no início do livro e as informações adicionais no desfecho: nota da autora, para entender a sucessão dos Tudor e a lista dos personagens.

IMG_20170307_173142

IMG_20170308_122236

IMG_20170308_122340

IMG_20170307_173045

A história tem como foco as rainhas Mary e Elizabeth I e a irmãs Grey e sua família, contudo, os personagens secundários apresentam um papel fundamental. Um destes personagens é Levina, uma pintora que sustenta a casa com o seu trabalho e que é também melhor amiga de Frances e suas filhas. É uma mulher forte que conheceu de perto o sofrimento, a traição e que em diversos momentos precisou se manter neutra para não colocar tudo a perder. Assim que finalizei a leitura, fui correndo pesquisar sobre a mesma e me impressionei com o detalhismo de suas obras.

Katherine Grey é uma sonhadora acima de tudo, não almeja ser rainha, quer apenas ser feliz junto a quem ama e infelizmente em decorrência a este amor acaba sofrendo. Ela se casa e ama seu marido, contudo, tem que se separar devido aos escândalos envolvendo o nome da família; se apaixona mais tarde pelo irmão de sua grande amiga Juno e este sim, se apresenta como o verdadeiro amor, mas a vida nem sempre é justa e para estar junto a ele, precisa abrir mão de outros amores.

Mary Grey é uma jovem que em muitas ocasiões é vista apenas como uma criança inofensiva e bobinha, passa despercebida entre a família e a rainha que mal sabem o poder que a pequenina possui. Com uma grande atenção a tudo a seu redor, ela conquista aos poucos as pessoas e acaba descobrindo mais do que deveria. Passa boa parte da vida sendo rebaixada devido a seus defeitos, porém, são os mesmos que lhe mostram que a beleza exterior não é o mais importante.

IMG_20170307_172843

IMG_20170307_180955

Finalizo esta resenha querendo reler o livro, me apaixonei demais com o enredo, realmente não esperava que fosse gostar tanto, confesso que até senti um certo receio, estava com medo que fosse uma história extremamente forte que me tirasse o sono. Quero ler o primeiro volume da série e estou super ansiosa pelo lançamento do terceiro, inclusive já deixo aqui meu pedido para que a Editora Paralela publique logo

Ao final da leitura refleti muito acerca do papel da mulher naquela época, é claro que não concordo com muitas das decisões que foram tomadas pelas rainhas, no entanto, imagino o que a levaram realmente a tais atos e fico pensando nas dificuldades que enfrentaram para conseguir se manter em uma posição de tanto poder. Como será que administravam os sentimentos, anseios e as inúmeras pressões?

Quero agradecer a Editora Paralela por ter me proporcionado esta maravilhosa experiência literária 

Boa leitura, beijos! ♥

ALEATORIEDADES

TBR – Carnatona 2017

Oii, boa noite leitores!

Quero começar o post pedindo desculpas, pois estou com muitos posts atrasados. Fiquei sem internet durante o final de semana e ontem tive problemas com o computador. Enfim, prometo colocar o conteúdo em dia até o carnaval, hihi.

Amanhã começa a Carnatona e vim mostrar para vocês quais os títulos que selecionei para ler durante o período. Minha escola de samba é a Estação Primeira Não Manda Nudes, hahaha!

img_20170223_170407

 

♥  Um (a)caso de amor em Paris – Giulia Mancini

A ideia era simples: um cadeado com as iniciais dos umacasoapaixonados, uma ponte na cidade mais romântica do mundo e a chave lançada no rio mais famoso de todos. Pronto! Essa é a receita para imortalizar uma história de amor! Louis e Noémie estavam naquela ponte no mesmo dia, na mesma hora e no mesmo minuto. Ele gostou do sorriso dela e ela gostou do olhar dele. A conexão foi imediata, gritante e deliciosamente apaixonante, mas não poderia ter sido menos inoportuna. Louis e Noémie se encontraram no dia em que decidiram imortalizar o amor que sentiam: ele por Blanche e ela por Gael.
Anos depois, naquela mesma ponte que um dia provocou questionamentos sobre suas próprias escolhas, eles se encontram novamente. As circunstâncias são diferentes, assim como o sorriso de Noémie e o olhar de Louis. O que poderia ter destruído aquele lindo sorriso? O que poderia ter apagado o brilho naquele olhar? Mais um (a)caso de amor que não se pode explicar. É possível apenas sentir e se apaixonar.
Alriet – Grazi Fontes
51wceag6kvl
ALECSANDER, um rapaz tímido que tem dificuldades em se aproximar de garotas. HARRIET, uma garota destemida, alegre e nem um pouco tímida, mas muito desastrada e solitária, pois praticamente passou toda a infância viajando.
Um encontro inesperado se transformou em uma grande amizade que já dura há anos. São confidentes e o suporte quando um deles cai. Praticamente não vivem um sem o outro. Sempre encontram uma maneira de manter contato. Seja por e-mail, mensagens e telefonemas. O importante é a amizade nunca desaparecer.
Até que, algo completamente extraordinário acontece, após 6 anos de amizade, o amor chacoalha a estabilidade que eles têm, precisam decidir se querem vivê-lo e correr o risco de destruir tudo o que construíram juntos durante todo esse tempo. Ou esconder o que sentem um pelo outro para não correr o risco de perder o que demoraram para conseguir, a amizade.Alriet é uma encantadora história sobre amor e amizade que vai mexer com seu coração.

 

 Incendeia-me: O medo vai aprender a me temer – Tahereh Mafi (Série Estilhaça-me incendeia#3)

UM DIA EU POSSO ROMPER
UM DIA EU POSSO R O M P E R
E ME LIBERTAR
NADA MAIS VAI SER IGUAL

O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado.

Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá.

Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.

UM DIA EU POSSO ROMPER
UM DIA EU POSSO R O M P E R
E ME LIBERTAR
NADA MAIS VAI SER IGUAL

O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado.

Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá.

Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.

 

♥ Revelação – Maya Banksrevelacao

Após uma noite inesquecível, JewelHenley descobriu que o exótico desconhecido com quem dividiu a cama era seu novo chefe, Piers Anetakis. Antes que pudesse explicar, Jewel estava desempregada… e grávida! Depois de cinco meses, Piers consegue localizar a mulher que fora sua amante naquela noite. Determinado a reparar os erros cometidos, ele é confrontado com uma verdade Incontestável: Jewel está esperando seu herdeiro! Sua honra grega exige o casamento, mas haveria algo além de luxúria entre eles? E se fosse apenas isso, seria o suficiente para sustentar essa união?

 

Simplesmente o Paraíso – Julia Quinn (Quarteto Smythe-Smyth #1)simplesmente

HONORIA SMYTHE-SMITH SABE QUE, PARA SER UMA VIOLINISTA RUIM, AINDA PRECISA MELHORAR MUITO…
Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smythe-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista.

MARCUS HOLROYD FOI ENCARREGADO DE UMA MISSÃO…
Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doces de todo tipo) e o que a aflige (como a tristeza pelo exílio de Daniel, que ele também sente). Será que o homem ideal para Honoria é justamente o que sempre esteve ao seu lado afastando todo e qualquer pretendente?

Com seu estilo inteligente e divertido, Julia Quinn enfim apresenta ao público o Quarteto Smythe-Smith, o terrivelmente famoso e adoravelmente desafinado grupo musical que conquistou os leitores antes mesmo que as cortinas se abrissem para ele.

 

♥ Intrigas da Corte – Elizabeth Fremantle (Série Xeque-Mate da Rainha #2)intrigas

Com medo de traidores e atendendo às pressões externas, a rainha Mary ordena a execução de seu tio e sua prima, a Lady Jane Grey. Esse sobrenome então se torna uma sina que afetará as duas irmãs mais novas de Jane, Katherine e Mary. Embora permaneçam na corte Tudor, elas sabem que o sangue real de suas veias sempre será uma ameaça às suas vidas. Afinal, há quem acredite que as irmãs de sangue Tudor sejam as herdeiras legítimas, não reconhecendo as duas filhas de Henrique VIII como sucessoras ao trono. Mas as Grey não têm a ambição de querer dominar a corte. O objetivo de Katherine é encontrar o amor verdadeiro — mesmo sabendo que muitos estão apenas interessados em um possível herdeiro Tudor. Já a perspicácia de Mary passa despercebida, pois sua baixa estatura e a má-formação nas costas atribuem-lhe uma aparência de inferioridade. Quando Elizabeth I assume o trono, as irmãs Grey percebem que a vida na corte será ainda mais traiçoeira — e que talvez precisem se arriscar por amor.

 

A Sombra da Rosa – Babi A. Sette (Spin -off A Promessa da Rosa)asombra

Arthur, o nono duque de Belmont, após anos de procura, finalmente reencontra a sua amada Kathelyn. Ele estava preparado para tudo, exceto para a possibilidade dela não aceitá-lo de volta.
Kathelyn, não estava preparada para reencontrar o único amor de sua vida, quem dirá, para perdoá-lo por todos os erros cometidos no passado.
Nesse spin-off, Babi A Sette presenteia aos leitores com cenas cheias de emoção, romance e doces surpresas. Saiba como esse casal apaixonado e teimoso alcança o seu merecido final feliz.

Selecionei muitos livros, mas calma, vou explicar, haha. O livro”Intrigas da Corte” já iniciei e devo finalizar logo; os dois primeiros livros nacionais eu encaixei na lista para o desafio extra proposto pelos organizadores da maratona, ambos são curtos, não acho que será uma leitura demorada; “Revelação” possui uma leitura fluida e rápida, minha mãe leu aguardando na fila do médico (siiim, tenho uma mãe leitora ); o livro “Simplesmente o Paraíso” recebi hoje junto aos outros três livros do quarteto, estou completamente apaixonada, não poderia deixar para ler depois; “Incendeia-me” eu estou para ler faz tempo, foi o primeiro título que selecionei para esta maratona e o spin-off “A Sombra da Rosa” é curtinho e está para ser lançado na Amazon, coloquei como extra, hihi.

Por uma maratona sem flop, amém! 😂 😂 😂

Já selecionaram os livros que vão ler? Se sim, me contem nos comentários!

Boa leitura, beijos! ♥