RESENHAS

Marketing e Amor – Rebecca Romero (Série Empire State #1)

Oii, boa noite leitores!

Aproveitei o feriado para ler o livro “Marketing e Amor”, da autora Rebecca Romero.

marketing (2)

Margot O’Hara se formou em Engenharia de Software pela Oxford e ao invés de seguir carreira na área, se apaixonou pelo empreendedorismo e começou a trabalhar com marketing digital. Para a mesma, é satisfatório poder ajudar outras pessoas a alcançarem o sucesso. Ela não somente auxilia empresas, como também mantém um canal no youtube, onde disponibiliza vídeos de seus webinários e distribui gratuitamente e-books.

Café, um livro e New York. Não existe coisa melhor.

Elijah Renard se formou em Administração e trabalha com o pai. O último adora comprar empresas que estão quase falidas para ajudar os donos e também para recuperá-las. O jovem acha interessante o que o pai faz, mas sente que o desânimo está lhe afligindo aos poucos e acaba piorando quando descobre que terá que auxiliar o pai na reconstrução de um site de relacionamentos.

Cora Renard, mãe de Elijah, acompanha através dos jornais o sucesso de Margot e aconselha o filho a procurá-la para ajudá-lo com a nova empresa e apesar dele relutar um pouco, acaba concordando.

No primeiro encontro, tanto Margot como Elijah se surpreendem com a sinceridade, maneira de ser e é claro que com o charme e beleza um do outro.

Você sabe por que eu gosto tanto de comédia românica? Por causa do clima. Da independência, do amor, da felicidade, eu digo a ele, minha voz emitindo a paz do meu sentimento. E quando eu penso em você, eu sinto tudo isso e mais.

Entre jantares, filmes, uma doença, amizade e muito romance, o casal descobrirá aos poucos o surgimento de um sentimento que até então estava adormecido e perceberão que o entrosamento entre ambos vai muito além dos negócios.

Às vezes acho engraçado como as pessoas sempre precisam de um porquê para as coisas. Honestamente, eu acredito que podemos gostar simplesmente por gostar e não gostar simplesmente porque não.

 

marketing (3)

“Marketing e Amor” não é apenas mais um romance, é um livro, cujo a personagem principal é emponderada, forte e que sabe lutar pelo que quer em cima de um salto alto, sinceridade e um enorme sorriso no rosto. É admirável e inspiradora a trajetória de Margot.

Além do núcleo principal, os personagens secundários são figuras importantes e interessantes: Luke, o irmão de Margot é divertido e apesar de ter perdido a esposa, ele se mantém positivo perante a vida; Reagan, filha de Luke, possui apenas quinze anos, mas é muito madura, age e fala de forma espontânea acerca de assuntos que são tratados como tabu e além disso, ela é booktuber (); Gillian é afiliada de Margot, possui uma personalidade forte e é um tanto quanto misteriosa.

Os capítulos são divididos, ora narrados por Margot, ora por Elijah, o que aproxima o leitor dos pensamentos de ambos e do enredo como um todo.

Amei a história, as referências à séries e o fato de se passar em Nova York.

Para ler um trecho, basta clicar aqui e para comprar, aqui.

(Obs: Hoje o e-book está gratuito, presente de páscoa da autora, aproveitem )

marketing (1)

Ao final do livro, somos apresentados à “Engenharias do Amor”, o segundo livro ❤

Sinopse:

Luke O’Hara está fazendo uma mudança drástica em sua vida: ele se demitiu do seu emprego. Ele quer mais. E ainda mais. Ele quer que Gillian confie nele para contar seus detalhes pessoais em vez de apenas acompanhá-lo para tomar cerveja enquanto conversam sobre séries e filmes. Gillian Hopkins é focada em sua carreira de empreendedora digital e envolve poucas pessoas em sua vida pessoal. Entretanto, o irmão de sua afiliada e melhor amiga passou a ficar envolvido demais. Mais do que conversas em um bar, porque Gillian gosta da presença de Luke, e isso é um problema. Há coisas dolorosas em sua vida que ela prefere não emitir. Sentar no sofá com uma taça de vinho na mão pode ser relaxante. Mas quando o coração faz companhia, o vinho pode derramar.

Já estou empolgada para conhecer melhor sobre a vida de Luke e Gillian.

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

Desejo Insaciável – Kresley Cole (Série Imortais #1)

Oii, boa noite leitores!

A resenha de hoje envolve um romance sobrenatural indicado para maiores de 18 anos. Segundo o site GoodReads,  a série “Imortais” é composta por 18 livros e 2 spin-offs e apesar de haver um conto curtinho que funciona como uma introdução, “Desejo Insaciável” é considerado o primeiro livro.

dscf2962

Desde o momento em que a Editora Valentina divulgou que publicaria esse livro que eu me sinto curiosa a respeito da história e devo confessar que a capa foi um dos motivos pela qual fui atraída, ela é maravilhosa

dscf2948

Para quem não sabe, sou parceria da editora e no último pedido de livros para resenhar, este livro estava disponível e depois de ler tantas resenhas positivas, não tive dúvidas e pedi. Eu demorei uns dias para finalizar a leitura devido a trabalhos da faculdade e somente estou postando esta resenha com muitos dias de atraso devido ao TCC, tive muitos problemas para terminá-lo, mas agora penso que tudo se encaminhará.

Lachlain MacRieve, é líder do clã dos Lykae. O lobisomem, após ficar 150 anos sofrendo e ardendo no fogo devido a uma tortura praticada por uma horda de vampiros, sente que está próximo de se encontrar com sua companheira e é este fato que o motiva a se libertar. Apesar da dor, ele consegue se soltar das amarras e se encontra com Emma, porém, o que ele imagina que será um encontro emocionante, se torna algo surpreendentemente estranho. A tal companheira é uma vampira.

dscf2944

Emma, uma híbrida, metade valquíria, metade vampira, foi criada pelas tias valquírias e apesar de seu jeito ingênuo, se mostra muito corajosa quando decidi viajar sozinha para Paris a fim de descobrir mais sobre o paradeiro dos seus falecidos pais.

dscf2940

Lachlain se sente furioso diante de Emma, mas segundo a tradição do seu povo, ele deve levá-la ao seu antigo castelo escocês e possuí-la em uma noite de lua cheia. E assim começa o conflito entre dois seres com gênios e necessidades tão diferentes que devem entrar em um acordo para que possam conviver minimamente em paz e decidir, no caso de Emma se concordará em deixar seu lado mais ingênuo de lado e se tornará a companheira de um lobisomem e se o mesmo aceitará deixar o ódio de lado e assim amar um ser que jamais imaginou que poderia.

dscf2923

dscf2801

Eu amo romances e não me importo com cenas mais quentes, porém esse livro é composto por tantas cenas eróticas sem sentido que ao iniciar fiquei muito incomodada. A ideia de um homem, mesmo que sendo um lobisomem simplesmente abordar uma mulher na rua e achar que a tem por direito é tão odiosa, eu tentei entender o lado de Lachlain e a tradição do seu povo, mas realmente me frustrei com a história, esperava que fosse ser mais bem explorado o enredo, porque por fim a autora romantizou um abuso, o que me deixou muito chateada e irritada, até pensei em abandonar o livro, mas me senti na obrigação de terminar, ver como seria o desenvolvimento, porque já passei por situações semelhantes que tardiamente me surpreenderam. Houve alguns capítulos que me agradaram, os que exploraram as valquírias e seus poderes são um ótimo exemplo, mas apesar disso esperava saber mais sobre as mesmas e os demais personagens.

Apesar de eu não ter gostado tanto assim, quero ler a continuação para ver se consigo tirar essa impressão desagradável, porque fora as cenas extremamente eróticas, o livro é bom, só faltou realmente ser mais detalhista no teor história. Ah, para os leitores que vão se aventurar, não se esqueçam de consultar “O Livro do Lore” que se encontra no final da edição para auxiliar a leitura, o mesmo possui vários conceitos sobre os seres, o que torna a experiência muito mais proveitosa.

dscf2931

Quanto a diagramação da edição é fabulosa, a Editora Valentina está de parabéns, como sempre sabe como iluminar os olhos dos leitores e decorar suas respectivas estantes, porque afinal não são apenas livros, mas obras de arte, hihi!

dscf2954

dscf2953

dscf2925

dscf2929

Boa leitura, beijos! ♥

RESENHAS

A Garota do Calendário: Março e Abril (Série A Garota do Calendário #3 #4) – Audrey Carlan

Tinha em mente comprar o terceiro e quarto volume, mas como minha curiosidade estava insana, resolvi ler em formato digital mesmo. Eu li o terceiro livro em poucas horas, a leitura é tão fluida que mal senti o tempo passar. Ao contrário do volume Fevereiro onde é abordado mais cenas quentes, esse é mais controlado, hehe.

Mia depois de ser amada por mais um cliente, pelo menos é o que o francês fez questão de mencionar durante todo o tempo que passaram juntos, a jovem agora aproveita os dias livres que possui e resolve se encontrar com sua irmã, melhor amiga e é claro que aproveita o tempo também para pagar o agiota e visitar seu pai.

Mia viaja para Chicago em março e seu cliente é o famoso empresário Anthony Fasano, herdeiro de uma rede de restaurantes. Ele possui o típico negócio familiar que acalenta os clientes devido a boa comida e hospitalidade.

Mia se surpreende ao conhecer Tony, não entende o por que de um homem como ele precisar dos seus serviços, ainda mais que o intuito é que a mesma finja ser sua noiva pelo período de um mês. Apesar do seu papel ser simples, ela fica um tanto quanto frustrada quando descobre o verdadeiro segredo acerca do empresário. Não acha certo o que ele esconde não somente da família, como também dele e é durante o período em que morarão juntos que ela não somente tentará ajudar, como também aprenderá muito com os sentimentos e relacionamentos.

Eu gostei muito desse livro, não sabia ao certo se revelava ou não o motivo da Mia ter sido contratada, mas por fim decidi deixar no ar, o que posso mencionar é que me apaixonei pelos personagens e o melhor, vamos ter uma participação especial do Wes, hihi 

Em abril, Mia tem um encontro marcado com Mason Murphy, um jogador de beisebol de Boston. Assim que se encontra com o mesmo, é surpreendida por um homem mulherengo que só arruma confusão e que por esses motivos precisa de ajuda para melhorar a imagem.

Inicialmente a jovem não gosta da maneira como é tratada e por isso já avisa que não se envolverá, que apenas permitirá alguns beijos. Depois de um tempo ela começa a perceber que o jogador apesar de seus modos um pouco grosseiros, no fundo é amável e por trás da imagem de mulherengo, há um homem interessado em uma única mulher e com isso em mente ela o ajuda a se render ao amor.

No começo eu odiei o Mason, mas aos poucos fui compreendendo seu jeito e fiquei super feliz com o desfecho. E para quem já estava com saudades do francês Alec, a Mia tem um pequeno e quente reencontro com ele, rs.

Ainda leio muitos comentários e resenhas criticando essa série de livros e confesso que antes de ler também o fazia, mas não acho que a autora quis romantizar a prostituição, ela apenas está nos mostrando como funciona o serviço de acompanhante, porque o sexo como é explicado no início do livro, é opcional, portanto o único defeito que ainda vejo na história é devido a mesma ser pouco descritiva e um tanto quanto rápida, mas isso também se deve ao fato de eu estar acostumada com livros cujo a respectiva história é mais densa.

Boa leitura, beijos! ♥

 

RESENHAS

A Garota do Calendário: Janeiro e Fevereiro – Audrey Carlan (Série A Garota do Calendário #1 e #2)

Oii, boa noite leitores!

Desde o momento em que foi divulgado que seria lançado a série “Calendar Girl”, traduzido no Brasil como “A Garota do Calendário”, da autora Audrey Carlan que eu aguardo ansiosamente para ler. O gênero não é o meu favorito, mas a sinopse me cativou. Aliás, acho fundamental avisar que o conteúdo é adequado para maiores de 18 anos. Participei da escolha da capa e fiquei super contente em saber que a que mais gostei foi escolhida e desde então depois de ler muitas resenhas e até mesmo ouvir comentários de amigos, decidi que era o momento para ler. Estava a procura de um livro mais curto devido a faculdade e fui surpreendida de uma maneira tão agradável. Já li o primeiro e segundo volume, Janeiro e Fevereiro, respectivamente e pretendo resenhar dois livros por vez.

O pai de Mia Saunders está internado em um hospital e está sendo ameaçado por um agiota. Ele contraiu uma dívida de jogo e está devendo uma quantidade exorbitante para o mesmo e a única que pode ajudá-lo é a filha mais velha. Mia é atriz iniciante e para conseguir o dinheiro decide se tornar acompanhante de luxo. A ideia surgiu porque a tia possui uma empresa e quer ajudá-la. Devido aos pagamentos serem mensais, a jovem combina com o agiota que vai dividir a dívida de um milhão de dólares e lhe pagar por mês.

O primeiro cliente é Wes, um roteirista de Malibu que é surfista nas horas vagas. Quem contratou o serviço da jovem na verdade foi a mãe de Wes com o intuito de ajudá-lo nos compromissos, já que sempre fica cercado por mulheres. E apesar de ainda ter uma leve tietagem, Mia se sai muito bem e o que é apenas um trabalho começa pouco a pouco se tornar algo mais. O casal cria um vínculo diferente, o relacionamento que tem durante o mês é repleto de cumplicidade, amizade e o que talvez tenha sido o ponto chave: sem cobranças.

O segundo cliente é Alec Dubois, um artista francês que mora em Seattle. Mia é surpreendida por saber que será a musa do mesmo e por isso poderá acabar tendo que posar nua. Já no primeiro dia ela se machuca, mas ao invés disso atrapalhar seu desempenho como acompanhante, apenas apimentará tudo.

Apesar de Mia ser contratada como acompanhante, não se confundam, ela não é obrigada a ter relações sexuais com nenhum deles, pelo contrário, somente o fará por escolha própria e isso custará aos respectivos um custo extra e serve também para casos como o de posar nua, como ocorre no mês de Fevereiro.

Eu gostei muito da escrita da autora, “Janeiro” me conquistou, me apaixonei pelo companheirismo de Wes e entendi muito bem a decisão final da personagem a respeito dele, há situações que por mais que alguém queria nos ajudar, somente nós podemos resolver.

O livro refente a Fevereiro tem lá seus pontos positivos, mas por ser quase que exclusivamente hot, eu não gostei muito, acho que se tivesse sido explorado mais a história, detalhes do cliente teria sido mais interessante, mas como já mencionei, acho isso porque não curto muito livros extremamente hot.

Ao final de cada livro, a autora aborda qual será o próximo destino e um pequeno trecho sobre o que esperar. Eu mal posso esperar para ler os demais livros e é claro que quero muito saber qual será o desfecho da série, será que Mia terminará com algum dos clientes? Ou será que terminará sozinha e recomeçara a vida em paz por ter pagado a dívida do pai?

Boa leitura, beijos! ♥

 

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Friend-Zoned – Belle Aurora

Oii, boa tarde leitores!

Começando a semana com resenha ilustrada, siiiim, minha inspiração voltou e estou muito feliz com isso, nada como comemorar postando novas ilustrações. Além disso não posso deixar de mencionar que a resenha de hoje é especial para todas as leitoras, um Feliz Dia das Mulheres para todas nós! ♥

O livro de hoje é um romance com alguns toques mais quentes, gosto de alertar logo no início para que ninguém seja surpreendido. Indico para os leitores acima de 18 anos. Esse título me foi indicado por uma amiga e chegou na hora certa, estava precisando de um romance.

Valentina Tomic é dona da “Safira Boutique”, uma loja de roupas. Ela ama o que faz e para os funcionários e clientes, ela é apenas a gerente, se sente melhor sendo vista como funcionária também. Depois de uma grande decepção amorosa, Tina, como é conhecida, tem medo de se envolver e sofrer novamente, por isso prefere ficar sozinha. Apesar de todo o sofrimento, ela é gentil e gosta sempre de ajudar a todos, cozinhar e principalmente fazer doces é uma de suas paixões. Além disso, ela não mora completamente sozinha, ela tem um gatinho para lhe fazer companhia, seu nome é Bear.

“Não me interpretem mal, eu não sou suicida. Alguns dias são apenas difíceis e você quer ir dormir e acordar depois de uma semana e que seu problema tenha desaparecido. Todo mundo se sente assim de vez em quando.”

Nikolai Leokov é dono da “The White Rabbit”, um clube noturno. Ele é o típico empresário bonitão, que não se envolve seriamente com nenhuma mulher, mas não pense que por isso é frio, pelo contrário, ele ajuda sua família e gosta de muito de se reunir com todos que ama. Ele tem uma história de vida complicada, depois que perdeu o pai, acabou se tornando o “homem da casa” e por isso teve que manter uma postura diferente. Por ter muito dinheiro, ele não confia nas mulheres, acha que a maioria apenas se aproxima por interesse.

Valentina com essa maneira de querer agradar a todos, resolve mandar um bilhete com um doce ao rapaz do clube da frente, ela o vê diariamente fumando e o acho muito sério e rabujento, pensa que se o mesmo sorrisse, ficaria muito mais bonito. Ao mandar o bilhete, ela esquece que o papel utilizado possui a marca da loja e acaba sendo descoberta, rs.

“— Amar alguém é confiar nesta pessoa com o seu coração e rezar para que ela não o quebre. É sobre ter fé um no outro.”

Nick quando recebe o doce e o bilhete, se surpreende, quem poderia imaginar que um homem como ele receberia algo assim de uma mulher, ainda mais com uma mensagem dessa. Como não esconde as coisas de seus amigos/ família, acaba virando piada e por isso decide atravessar a rua e conhecer a destinatária.

” O amor é sagrado.  Um presente de uma pessoa para outra. O amor une as pessoas, não importa o quão diferente elas possam ser. “

O encontro de Nick e Tina acontece de forma um pouco constrangedora, ela se sente tímida diante dele, ainda mais porque fez isso de forma secreta, não podia imaginar que ele um dia descobriria. A partir desse momento, eles começam a se ver e se falar mais , tornando-se assim amigos.

“— Mas estou curioso sobre você, pequena Tina. Como é que uma mulher que é dona de seu próprio negócio, cozinha como você, e é tão bonita como você é, não tem namorado?
Ele pensa que eu sou bonita?
— Uh, eu acho que posso lhe perguntar a mesma coisa. Você deve saber que é lindo. E você é o dono de um clube noturno muito popular. Como é que você não tem uma namorada?
Ele sorri.
— Ah, o velho truque de responder a uma pergunta com outra pergunta. Eu vou responder a sua, mas você vai responder a minha pergunta também, certo?”

Nick administra o clube “The White Rabbit” junto com Max, Ghost e Trick, os rapazes quando conhecem Tina se surpreendem tanto com seus dotes culinários, como com a maneira de ser da mesma, além é claro da beleza. E não entendem como Nick consegue ser apenas um amigo. O mesmo ocorre com Nat, Mimi e Lola, amigas de Tina, elas acompanham a amizade e aos poucos vão percebendo que a amiga está se apaixonando, está conseguindo começar a confiar em outro homem.

“Entendeu??! The White Rabbit é um clube temático de Alice no País das Maravilhas!!!”

Além do casal principal, os personagens secundários são adoráveis, Nat é a melhor amiga de Tina, um pouco maluquinha, a que sempre tem uma palavra amiga e que participa dos momentos bons e ruins. Max é irmão do Nick, tem uma filha paraplégica que é a queridinha de todos. Ele tem um grande humor apesar de tudo pelo que já passou pela vida.

“Escrito em balas de framboesa está ‘Sinto muito’.
Escrito em balinhas de maçã verde está ‘Sinto sua falta’.
Escrito em balinhas de cereja está ‘Eu te amo’.
Meu coração salta uma batida na última linha.
Escrito em ursinhos de goma está ‘Casa comigo?’.”

friendfriend4friend3friend5

Ah, que livro adorável, a história tem humor, drama, romance. Achei maravilhosa a ideia da autora de separar os capítulos alternando ora narração do Nick, ora da Tina. Isso possibilita saber exatamente o que ambos estão pensando, sentindo, você se sente mais próxima dos personagens. Ao contrário da maioria dos livros, é possível prever o final, mas não acontece tudo de forma tão direta e óbvia, há muitos fatos e situações que não estamos prevendo, o que torna tudo mais interessante. Infelizmente esse livro ainda não foi lançado no Brasil, eu espero que alguma editora o faça, pelo que pesquisei ainda há três livros, estou ansiosa para lê-los.

Boa leitura, beijos! ♥