INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Friend-Zoned – Belle Aurora

Oii, boa tarde leitores!

Começando a semana com resenha ilustrada, siiiim, minha inspiração voltou e estou muito feliz com isso, nada como comemorar postando novas ilustrações. Além disso não posso deixar de mencionar que a resenha de hoje é especial para todas as leitoras, um Feliz Dia das Mulheres para todas nós! ♥

O livro de hoje é um romance com alguns toques mais quentes, gosto de alertar logo no início para que ninguém seja surpreendido. Indico para os leitores acima de 18 anos. Esse título me foi indicado por uma amiga e chegou na hora certa, estava precisando de um romance.

Valentina Tomic é dona da “Safira Boutique”, uma loja de roupas. Ela ama o que faz e para os funcionários e clientes, ela é apenas a gerente, se sente melhor sendo vista como funcionária também. Depois de uma grande decepção amorosa, Tina, como é conhecida, tem medo de se envolver e sofrer novamente, por isso prefere ficar sozinha. Apesar de todo o sofrimento, ela é gentil e gosta sempre de ajudar a todos, cozinhar e principalmente fazer doces é uma de suas paixões. Além disso, ela não mora completamente sozinha, ela tem um gatinho para lhe fazer companhia, seu nome é Bear.

“Não me interpretem mal, eu não sou suicida. Alguns dias são apenas difíceis e você quer ir dormir e acordar depois de uma semana e que seu problema tenha desaparecido. Todo mundo se sente assim de vez em quando.”

Nikolai Leokov é dono da “The White Rabbit”, um clube noturno. Ele é o típico empresário bonitão, que não se envolve seriamente com nenhuma mulher, mas não pense que por isso é frio, pelo contrário, ele ajuda sua família e gosta de muito de se reunir com todos que ama. Ele tem uma história de vida complicada, depois que perdeu o pai, acabou se tornando o “homem da casa” e por isso teve que manter uma postura diferente. Por ter muito dinheiro, ele não confia nas mulheres, acha que a maioria apenas se aproxima por interesse.

Valentina com essa maneira de querer agradar a todos, resolve mandar um bilhete com um doce ao rapaz do clube da frente, ela o vê diariamente fumando e o acho muito sério e rabujento, pensa que se o mesmo sorrisse, ficaria muito mais bonito. Ao mandar o bilhete, ela esquece que o papel utilizado possui a marca da loja e acaba sendo descoberta, rs.

“— Amar alguém é confiar nesta pessoa com o seu coração e rezar para que ela não o quebre. É sobre ter fé um no outro.”

Nick quando recebe o doce e o bilhete, se surpreende, quem poderia imaginar que um homem como ele receberia algo assim de uma mulher, ainda mais com uma mensagem dessa. Como não esconde as coisas de seus amigos/ família, acaba virando piada e por isso decide atravessar a rua e conhecer a destinatária.

” O amor é sagrado.  Um presente de uma pessoa para outra. O amor une as pessoas, não importa o quão diferente elas possam ser. “

O encontro de Nick e Tina acontece de forma um pouco constrangedora, ela se sente tímida diante dele, ainda mais porque fez isso de forma secreta, não podia imaginar que ele um dia descobriria. A partir desse momento, eles começam a se ver e se falar mais , tornando-se assim amigos.

“— Mas estou curioso sobre você, pequena Tina. Como é que uma mulher que é dona de seu próprio negócio, cozinha como você, e é tão bonita como você é, não tem namorado?
Ele pensa que eu sou bonita?
— Uh, eu acho que posso lhe perguntar a mesma coisa. Você deve saber que é lindo. E você é o dono de um clube noturno muito popular. Como é que você não tem uma namorada?
Ele sorri.
— Ah, o velho truque de responder a uma pergunta com outra pergunta. Eu vou responder a sua, mas você vai responder a minha pergunta também, certo?”

Nick administra o clube “The White Rabbit” junto com Max, Ghost e Trick, os rapazes quando conhecem Tina se surpreendem tanto com seus dotes culinários, como com a maneira de ser da mesma, além é claro da beleza. E não entendem como Nick consegue ser apenas um amigo. O mesmo ocorre com Nat, Mimi e Lola, amigas de Tina, elas acompanham a amizade e aos poucos vão percebendo que a amiga está se apaixonando, está conseguindo começar a confiar em outro homem.

“Entendeu??! The White Rabbit é um clube temático de Alice no País das Maravilhas!!!”

Além do casal principal, os personagens secundários são adoráveis, Nat é a melhor amiga de Tina, um pouco maluquinha, a que sempre tem uma palavra amiga e que participa dos momentos bons e ruins. Max é irmão do Nick, tem uma filha paraplégica que é a queridinha de todos. Ele tem um grande humor apesar de tudo pelo que já passou pela vida.

“Escrito em balas de framboesa está ‘Sinto muito’.
Escrito em balinhas de maçã verde está ‘Sinto sua falta’.
Escrito em balinhas de cereja está ‘Eu te amo’.
Meu coração salta uma batida na última linha.
Escrito em ursinhos de goma está ‘Casa comigo?’.”

friendfriend4friend3friend5

Ah, que livro adorável, a história tem humor, drama, romance. Achei maravilhosa a ideia da autora de separar os capítulos alternando ora narração do Nick, ora da Tina. Isso possibilita saber exatamente o que ambos estão pensando, sentindo, você se sente mais próxima dos personagens. Ao contrário da maioria dos livros, é possível prever o final, mas não acontece tudo de forma tão direta e óbvia, há muitos fatos e situações que não estamos prevendo, o que torna tudo mais interessante. Infelizmente esse livro ainda não foi lançado no Brasil, eu espero que alguma editora o faça, pelo que pesquisei ainda há três livros, estou ansiosa para lê-los.

Boa leitura, beijos! ♥

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Roube como um Artista- Austin Kleon

Oii, bom dia leitores!

A resenha de hoje não é ilustrada por motivos de que o próprio livro já possui ilustrações. É tão interessante que tive que me conter com o número de fotos, é muita criatividade envolvida. Minha inspiração agradece e muito por ter sido alimentada e resgatada, rs.

“Roube como um artista” é um livro para se deixar na mesa de cabeceira, é recheado de  conceitos, frases e trechos que vão inspirar e ajudar você a realizar suas metas e sonhos. O autor consegue reunir em poucas folhas dicas valiosas que normalmente não nos damos conta ou simplesmente ignoramos. É um livro simples, pequeno, mas com um conteúdo poderoso, capaz de ajudar o artista que mora dentro de cada um a desenvolver suas habilidades e dons.

Eu estou apaixonada pela parte artística, sinto vontade de fotografar o livro todo e ficar folheando, é maravilhoso. É um exemplo de obra que pode ser lida fora de ordem.

Vamos as fotos, juro juradinho que tentei me conter, rs:

roube12

roube8

roube9roube10

rouberoube2roube3roube4

roube14roube13

Recomendo a todos os leitores, é uma viagem incrível!

Boa leitura, beijos! ♥

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Running Barefoot – Amy Harmon

Oii, boa noite!

A resenha de hoje é sobre um livro que me foi indicado, infelizmente ainda não foi lançado no Brasil, espero que alguma editora o faça.

Josie é uma menina de apenas treze anos que se depara com a perda da mãe precisa aprender a lidar desde muito cedo com as responsabilidades e cuidados com sua família como única filha mulher. Ela se descobre quando conhece a música, especialmente o piano e a música clássica. Foi desde muito moça que começou a aprender a tocar esse instrumento que requer muito tempo e dedicação e foi com Samuel que compartilhou o amor pela música.

De uma maneira inesperada, Josie e Samuel começam a ser amigos, tudo começa quando dividem o banco do ônibus escolar e aos poucos vão se conhecendo e a timidez que afligia ambos, vai diminuindo. Além do amor pela música, Josie também é apaixonada pela leitura, adora conhecer novas histórias e saber o significado das palavras é muito importante para ela, por isso carrega seu dicionário na bolsa e para se recordar de algumas palavras e até mesmo citações e frases resolve fazer anotações na parede acima de sua cama. E assim como com a música, ela não só a apresenta ao Samuel como começa a ajudá-lo conversando e discutindo sobre os livros que passam a ler juntos.

E é assim que uma boa amizade vai sendo construída, o único problema é que ela se apaixona por ele, um amor inocente que infelizmente não é correspondido, pelo menos é o que ela acredita, e um dos motivos é a diferença de idade, enquanto ela tem apenas 13 anos, ele possui 18 e qualquer envolvimento que não a amizade seria mal visto inadmissível por todos, inclusive por seu pai e irmãos.

No desenrolar da história, ele entra para os fuzileiros navais e ela continua o sonho de estudar música, se dedicando a cada dia; depois de um tempo, as cartas que trocavam vão se tornando esporádicas e a amizade vai sendo esquecida. Ela percebe que não pode mais sofrer por Samuel e segue em frente com sua vida, até conhece um jovem que a faz muito feliz e que lhe propõe casamento.

Quando Josie imagina que não pode ser mais feliz, tragédias começam a acontecer e ela vai ter que ser forte e decidir o que é melhor para sua vida. Entender que às vezes o destino parece muito cruel, quando na verdade ele está apenas nos preparando para o melhor.

resenhailustradarunning2resenhailustradarunning3

É difícil definir em palavras  o que senti quando terminei a leitura, é uma história sensível, cativante e muito bonita, daquelas que vai arrancar lágrimas dos leitores mais emotivos.

Boa leitura, beijos! ♥

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Amor de Verão – Nora Roberts

Oiii, boa tarde!

Faz tempo que não faço resenha, estava estudando para as provas finais da faculdade e não adianta, enquanto não fico sabendo de todas as notas não me sinto de férias,haha.

Eu queria muito ler algum livro da Nora Roberts e uma amiga me indicou esse título, foi uma ótima escolha! A autora sabe como envolver os leitores na trama e a leitura é rápida.

O livro apresenta duas histórias que se conectam,a primeira é a “Segunda Natureza”. Lee Radcliffe é repórter da revista Celebrity e tem a missão de conseguir uma entrevista com o escritor Hunter Brown, muito conhecido pelos seus livros de terror. O problema é que o mesmo não gosta de aparecer na mídia e vive isolado, poucos são os que sabem onde ele mora e como ele é.

Lee não desisti fácil do que quer e por isso começa a procurar uma maneira de encontrar o escritor e descobre que o mesmo estará em uma conferência. Sem pensar muito, arruma as malas e parte para conseguir a tão sonhada entrevista que vai lhe ajudar na carreira. Ao chegar no seu destino ela o conhece de uma maneira inesperada e se surpreende com o que vê, imaginava um homem bem mais velho e nada atraente e o que encontra é completamente o oposto.

Entre idas e vindas, Hunter até aceita ser entrevistado, mas com a condição de que Lee teria que acampar com ele em Oak Creek Canyon por duas semanas. Ela apesar de não gostar muito da ideia de acampar podendo ser picada e ter que deixar de lado seus saltos e pequenos luxos, concorda.

Em duas semanas eles vão aprender muito um com o outro e ela terá que decidir entre ouvir o coração ou seguir com a razão.

resenhaamordeveraoresenhaamordeverao2

A segunda história é “Retratos de um Verão”, conta a história de Bryan Mitchell, amiga de Lee. Bryan é fotógrafa e adora a liberdade de trabalhar como freelancer. Ela é convidada para trabalhar em um ensaio cujo o tema é estilo de vida americano no verão, mas há um porém, terá que trabalhar com o fotógrafo Shade Colby. Para ele, ela é apenas mais uma fotógrafa que adora tirar fotos de ricos e famosos e para ela, a ideia de ter que ficar perto dele a incomoda, não gosta do seu jeito cínico e grosso.

Apesar de não concordarem com a ideia de terem que trabalhar juntos, o trabalho é muito bom e decidem aceitar, o caminho é longo, começam por Los Angeles e seguem até Nova York a procura de histórias e momentos para serem eternizados.

Conforme o tempo vai passando, vão se conhecendo melhor e as opiniões que tinham um do outro vão mudando e o que incomodava, agora atrai. Com visões distintas o trabalho vai sendo concretizado e se tornando completo. No meio de aventuras e experiências, terão que decidir se escutam o coração ou se ignoram e continuam suas vidas.

resenhaamordeverao4resenhaamordeverao3

Sabe aquela leitura de domingo que te faz perder a noção do tempo e te cativa do começo ao ao fim? Pois bem, é assim com o livro da Nora, eu adorei as histórias, poder viajar junto com ambos os casais, imaginar as paisagens e dar risada com as situações, recomendo para todos que gostam de romance “água com açúcar”.

Terminei de ler a segunda história com uma vontade imensa de viajar sem rumo, só aproveitar as paisagens, conhecer pessoas e ir fotografando tudo, quem sabe um dia. 😉

Boa leitura, beijos! ♥

 

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Uma Mulher de Fibra – Barbara Taylor Bradford (Série Emma Harte #1)

Oii, boa tarde!

Uma mulher de Fibra é mais que um romance, é um livro que vai te conquistar do começo ao fim, que vai te fazer sentir que faz parte da história!

O livro começa com Emma e sua neta, Paula, no avião. Nas primeiras páginas, Emma acaba sendo surpreendida com uma revelação e decide reunir toda a família para comunicar uma decisão que tomou e antes de se encontrar e dar a notícia, a mesma começa a se lembrar de toda sua vida.

Assim a história começa contando sobre a juventude de Emma, sua jornada cansativa de trabalho na casa dos Fairley e a dificuldade de sobreviver com uma vida extremamente simples, com pouco dinheiro e com a mãe doente. Apesar de todo o sacrifício, ela sempre pensa em melhorar de vida, de arrumar uma maneira de ganhar dinheiro e isso começa a se tornar mais forte depois que conhece Blackie, um rapaz que percorre lugares fazendo consertos e que conhece muito bem Leeds. Ele sente que Emma é diferente das outras moças da mesma idade e não quer que a mesma se decepcione ou cometa um erro fugindo de casa, tentando a vida fora e por isso sempre lhe fala de Leeds de forma positiva, sobre as oportunidades, mas que é um lugar ideal para ela ir apenas quando for mais velha. É a partir dessas conversas que ela começa a criar O Plano, o intuito era ganhar dinheiro, ajudar sua família e mudar de vida. Aos poucos isso vai se tornando possível, ela vai aprendendo sobre tudo que pode com Olívia, a irmã da mulher de Adam, seu patrão, e começa a ganhar dinheiro extra com a costura. O que ela não podia esperar é que uma paixão tomasse conta de sua vida e acaba se entregando a Edwin, filho de Adam. Por mais que ela detestasse a família Fairley, com Edwin era diferente, ele lhe tratava bem e dizia amá-la, o problema é que Emma fica grávida e o mesmo não assume, cria motivos de que seu pai jamais aceitaria pela condição financeira dela e simplesmente aborda até a possibilidade de uma aborto, a jovem muito frustrada e decepcionada, toma uma atitude que mais tarde mudaria completamente sua vida, resolve deixar a cidade e partir para Leeds.

Deixando apenas um bilhete para seu pai, Emma parte para Leeds em busca de uma nova vida e procura Blackie para ajudá-la, infelizmente não o encontra, mas conversa com Rosie, uma amiga do mesmo e aos poucos vai se ajeitando; as situações pelas quais ela passa vão lhe deixando mais forte e depois de um tempo se estabelece na nova cidade.

Sempre com muita garra, economiza com o que pode e começa a juntar dinheiro, sempre com o intuito de concretizar O Plano e realizar o sonho de abrir sua primeira loja. Emma sabe que pode alcançar suas metas, basta esforço e muita vontade, e é assim que começa a mudar de vida, pouco a pouco aumenta seus negócios.

O livro é dividido em 6 partes, em cada uma é narrada uma época da vida da personagem, suas alegrias e sofrimentos, a mesma passou pelas duas grandes guerras mundiais, viu seus negócios crescerem e sempre com muito esforço e com a ideia fixa de proteger sua família e se vingar dos Fairley.

É incrível poder acompanhar uma história como essa, a garra de uma mulher que começou do zero em um lugar desconhecido estando grávida e podendo contar apenas com si.

Depois de alguns casamentos e 5 filhos é por Paul que se apaixona perdidamente e desse amor nasce Daisy, que mais tarde será a mãe de Paula, a neta favorita de Emma.

Eu senti que a escrita da autora é muito parecida com a da Rosamunde Pilcher, ambas conquistam o leitor com detalhes, você é capaz de sentir o ambiente e o sentimentos dos personagens. A personagem de Emma me remete um pouco a Miranda de “O Diabo Veste Prada”, as duas possuem uma força e um amor pelo trabalho e passam pelo mesmo preconceito por serem mulheres e possuírem grandes cargos. E também não poderia esquecer de mencionar que no momento que Emma começa com a loja e a confecção de novos modelos e estilos de roupas me lembrou Coco Channel, a mesma força, coragem e o grande amor que ambas tiveram a sorte de ter na vida.

Apesar de “Uma Mulher de Fibra” ser um livro grande, você nem sente o tempo passar e a leitura é tão cativante, que a história fica marcada na memória, é como se você realmente conhecesse a personagem.

A série é composta por 7 livros, pretendo ler o segundo em breve.

amulherdefibra

Boa leitura, beijos! ♥

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

Criatividade S.A – Ed Catmull (com Amy Wallace)

Demorei quase um mês para ler esse livro, eu lia, relia, anotava trechos; é o típico livro que você quer ler bem devagar para não perder nenhum detalhe. Criatividade é narrado por Ed Catmull, o presidente da Pixar e da Walt Disney Animation Studios, no livro ele conta como foi utilizar a computação gráfica nos filmes,um velho sonho, e como foi difícil conseguir convencer as pessoas de que era útil e de que a qualidade final ficaria muito melhor, foi um processo demorado e somente foi possível depois de muito esforço.

É abordado também a união da Pixar com a Disney Animation, o qual causou um grande alvoroço, muitos funcionários ficaram receosos, com medo de que não fosse dar certo e que ambas fossem sofrer com as consequências da pior forma, mas graças a uma boa organização e administração deu certo. Um ponto interessante dessa união é que mesmo depois da compra, a ideia era que tudo se mantivesse, cada empresa com seus funcionários e o que mais achei marcante foi que uma não poderia interferir/ajudar a outra, por mais que precisasse, isso porque era importante que cada equipe trabalhasse com metas e com determinadas ferramentas e prazos, isso aumentaria a pressão, mas no final iria ajudar a todos, a sensação de trabalho concluído e a experiência que iriam adquirir faria tudo valer a pena.

O livro todo é inspirador, Ed Catmull fala de erros e acertos, dicas valiosas que ajudam qualquer pessoa em qualquer segmento; há trechos que explica detalhes e decisões tomadas em alguns filmes, é muito legal, eu acompanho os filmes e é emocionante ficar sabendo um pouquinho mais dos bastidores, saber que o enredo inicial de algumas histórias era completamente diferente do resultado final e que se não fosse pelo esforço e a persistência, não teríamos a oportunidade de ver esses grandes sucessos. Gostei muito de saber sobre a pesquisa que fazem antes de começarem a produzir um filme, como por exemplo no caso do Ratatouille, que os envolvidos na produção tiveram aulas de culinária com renomados chefs em Paris, ou seja, é tudo muito bem estruturado e quando há eventos não previstos, eles sabem como lidar.

Durante a história, Steve Jobs é citado, ele não interferia no processo de criação da Pixar, mas enviava observações, críticas e sugestões sobre os filmes, sempre reforçando que ele não entendia do assunto, eram apenas ideias. Era o maior acionista da empresa e apesar de não entender sobre o processo de criação, ele foi fundamental na parte estratégica e administrativa, inclusive, foi responsável pela compra da Pixar pela Disney, tinha convicção de que aquele era o momento para uma transação desse porte.

Bem, é um livro ótimo, se fosse marcar todos os trechos que gostei, marcaria tudo, encheria de post-its,rsrs.

Recomendo a todos, tenho certeza que não vão querer largar a leitura e que depois de finalizarem, pensarão diferente a respeito de muitos pontos e atitudes do dia-a-dia.

criatividade

Boa leitura, beijos! ♥

INDICAÇÃO DO LEITOR · RESENHAS

A Melhor Coisa que Nunca Aconteceu na Minha Vida – Laura Tait e Jimmy Rice

Um livro que narra uma situação comum no mundo, uma menina e um menino que se apaixonam na juventude, mas o medo de revelar acaba por separá-los, a famosa história: “Ela não gosta de mim, vou manter tudo em segredo”, “Ele não gosta de mim, porque vou falar sobre meus sentimentos…”.
Assim que começa a história de Holly e Alex, depois de um tempo juntos, ela começa a sentir algo a mais pelo amigo que sempre esteve ao seu lado e justo no dia que mais precisava e que iria contar isso a ele, ele simplesmente não atende seu telefonema, segundo um amigo não deveria fazer isso, deveria se manter afastado, para que ela sentisse falta… e foi assim que não começou uma história de amor.
Depois de 11 anos, eles se reencontram, ele está solteiro e ela envolvida com o chefe, o relacionamento é um segredo, ela tem esperança de que se torne público, que atos simples como segurar as mãos e beijar em público, apresentar aos amigos, que tudo vai se tornar real e que será feliz.
Alex agora professor, vai para Londres para mudar a história de jovens, não sabia ele o desafio que seria.
O reencontro de Holly e Alex é um misto de apreensão, curiosidade e dúvida, não sabiam o que fazer, se o silêncio constrangedor iria predominar, não sabiam nem a melhor maneira de se cumprimentarem, o tempo perdido havia transformado o casal de amigos de uma forma que não sabiam o que iriam encontrar e nem se realmente conseguiriam reatar velhos sentimentos.
Comecei a ler por indicação de uma amiga e adorei a história, não é apenas mais um romance, é uma história que poderia acontecer a qualquer um, a lição do livro é direta, se você realmente sente algo por alguém fale, porque pelo simples motivo de querermos adivinhar o que o outro pensa, acabamos perdendo momentos que teriam tudo para dar certo e sim, é claro que há a chance de que o amor/paixão pode não ser correspondido e se isso ocorrer, acredite, pelo menos tentou, sofrer no começo é normal, depois se sentirá mais leve por não manter uma dúvida assim na cabeça.
Recomendo o livro a todos, além da história ser ótima, muito bem desenvolvida, se passa em Londres e há uma gata na história, ela é uma personagem bem ativa,hehe.
Não poderia esquecer de comentar sobre a capa do livro, achei linda!

amelhorcoisasque

Boa leitura, beijos! ♥