ALEATORIEDADES

TBR – Maratona Literária de Inverno 2017

Oii, boa tarde leitores!

Depois de alguns reajustes, enfim, selecionei os livros que quero ler durante a Maratona Literária de Inverno. Pensei muito nos títulos e na quantidade, pois de nada adianta selecionar muitos livros, se sabe que não conseguirá cumprir, isso apenas acarretará em frustração e em alguns casos, uma grande ressaca literária. Como tenho acompanhado algumas histórias nas plataformas Wattpad e Sweek e tenho tido uma rotina de estudos mais intensa, selecionei o nível intermediário e incluí quatro títulos na minha TBR.

 Nível Fácil

Ler um livro com a capa azul 

Como o próprio Victor mencionou no vídeo da MLI, se a capa é azul ou não, quem decide é o leitor, hahaha. Escolhi “Universos Afins”, que possui em sua capa, um belo céu AZUL MARINHO estrelado. O mesmo foi escrito pela Rainbow Rowell e já li muitas resenhas positivas, eu adoro a escrita da autora e estou super empolgada para conhecer a história.

Sinopse:

Estar numa fila não é uma situação das mais agradáveis. Porém, para a jovem Elena, acampar na frente do cinema só para acompanhar a estreia do mais novo Star Wars é nada menos que uma grande jornada. O problema é que em dias de internet (e compras de ingressos on-line), essa vibe de fila não é compartilhada por muitos outros fãs. Ao chegar ao cinema, dias antes da estreia, só há mais duas pessoas ali acampadas: Gabe e Troy, que entendem a fila como um ritual obrigatório para tornar aquela experiência algo realmente memorável. “Universos afins” é um saboroso conto geek sobre expectativas e sobre compartilhar paixões. Rainbow Rowell mais uma vez apresenta uma obra inocente e engraçada, com aquela pontinha de nostalgia que nos deixa com um nó na garganta, como há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante.

Ler um livro com menos de 200 páginas

Escolhi também para o desafio, o livro “Universos Afins”, que possui apenas 96 páginas.

Ler um livro que você comprou pela capa 

Quando a Editora Rocco divulgou o lançamento de “O Clube de Leitura de Jane Austen”, da Karen Joy Fowler, meu coração disparou, foi amor à primeira vez em todos os sentidos, tanto pela arte de capa, como pela história. Eu assisti ao filme de mesmo nome e fui cativada completamente pelo enredo. Já citei várias vezes aqui no blog a paixão que tenho pela autora Jane Austen e este livro é uma declaração de amor para a mesma, não tinha como deixar de fora da maratona, rs.

Sinopse:

Consagrada pelos diálogos afiados e pela ironia presente em seus romances, Jane Austen é uma das escritoras inglesas mais conhecidas no mundo. Fã da autora, a norte-americana Karen Joy Fowler faz um divertido passeio por suas obras em O clube de leitura de Jane Austen, que se manteve por 33 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, figurou no prestigioso ranking dos 100 livros notáveis do ano do jornal e deu origem ao filme de mesmo nome. No livro, Fowler apresenta um grupo formado por cinco mulheres e um homem, traçando um paralelo entre seus personagens e os criados pela autora britânica, numa deliciosa análise dos relacionamentos modernos à luz da obra de Jane Austen.
A trama, que se passa na Califórnia, começa quando Jocelyn, uma criadora de cães da raça Leão da Rodésia, decide montar um clube de leitura para discutir as obras de Jane Austen. Ela escolhe a dedo os integrantes: Sylvia, sua melhor amiga desde quando as duas tinham 11 anos; Allegra, filha de Sylvia; Prudie, professora de francês na escola local; a falante Bernadette, conhecida por ter se casado várias vezes; e Grigg, o único homem autorizado a participar.
Enquanto mergulha no universo de Jane Austen, o sexteto vive suas próprias histórias. Os leitores acompanham dramas como o divórcio de Sylvia, a morte da mãe de Prudie e o rompimento do namoro de Allegra. Mas nem tudo é tristeza: as irmãs mais velhas de Grigg dão uma ajuda para que ele se aproxime de sua paixão secreta, Bernadette encontra um novo marido e Jocelyn tem a chance de redescobrir o amor.
Sucesso de vendas nos Estados Unidos, O clube de leitura de Jane Austen mostra que Karen Joy Fowler é capaz de criar uma trama deliciosa, transportando para os dias de hoje a voz da escritora inglesa que soube, como ninguém, descrever a sociedade provinciana da Inglaterra no século XVIII. O livro de Fowler ganhou uma adaptação para o cinema, com roteiro de Robin Swicord e nomes como Emily Blunt e Kathy Baker no elenco.

 

 Nível Intermediário

Ler um livro escrito por uma mulher

Dias atrás estava pesquisando novos títulos para ler na plataforma Wattpad e me deparei com o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico. Como o mesmo estará disponível completo apenas até 01 de agosto, não tive dúvidas, em adicionar a lista. Para ler, basta clicar aqui.

Sinopse:Resultado de imagem para um doce de confeiteiro janaina rico

Uma jornalista obstinada, em busca de novos horizontes na carreira. Um confeiteiro premiado, que prefere a reclusão de sua cozinha. Renata acreditava que aquele seria seu último dia de trabalho na redação atual e então ela poderia seguir para o emprego dos sonhos, em Londres. Bastava entrevistar o confeiteiro Braga, recém ganhador da premiação “Melhor Cupcake das Américas”. Um profissional que zelava pela discrição e que nunca havia exibido seu semblante na mídia. A caminho do Braga’s Cake Design uma batida de carro a faz conhecer um bonitão, que a atrai imediatamente, mesmo que ele tenha machucado o seu possante. Ao chegar no local da entrevista, ela descobre que o confeiteiro e o moço bonito são a mesma pessoa e, em meio a tantas guloseimas, a atração entre eles se torna ainda mais irresistível. Só que a jornalista está de partida para a Inglaterra e agora precisa tomar uma decisão. O que vale mais? O emprego de ouro ou uma paixão avassaladora? Com muito açúcar, chocolate e merengue, este romance é uma receita de sensações intensas e avassaladoras, ingredientes que irão lhe deixar com água na boca e com vontade de experimentar o gosto de se apaixonar por um confeiteiro.

Ler um livro nacional

Vou aproveitar também para este desafio, o livro “Um Doce de Confeiteiro”, da Janaina Rico.

Ler um livro sem saber a sinopse, ou do que se trata

Minha mãe é leitora e há tempos que me indica os livros do Simenon, pois bem, para diversificar esta lista, decidi escolher “Morte na Alta Sociedade”, do mesmo.

Essas foram minhas escolhas, já decidiram quais livros vão ler? Se sim, me contem nos comentários e me adicionem no aplicativo oficial da MLI.

Boa leitura, beijos! ♥

Anúncios

6 comentários em “TBR – Maratona Literária de Inverno 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s