RESENHAS

HannaH – Bruno Godoi (Série O Escritor do Calendário #2)

Oii, boa tarde leitores!

Mês passado conheci o autor Bruno Godoi através do Instagram e aproveitei para conhecer melhor uma de suas obras. “Hannah” é o segundo livro de uma série chamada “O Escritor do Calendário”,  que será composta por doze histórias, sendo que em cada uma será explorado um gênero diferente e cujo a publicação será feita mensalmente.

hannah (5)

Sinopse:

Num futuro distante, os homens foram atacados pela Febre Luison. Noventa por cento da população morreu. Países e continentes foram afetados e apenas duas regiões se manteram habitáveis: a Amazônia e o Pantanal. Numa coligação entre exército e cientistas, um país surgiu: o Estado Amazônico.
Com a abundância de recursos, condições naturais favoráveis e dedicados unicamente para a ciência, os amazônicos prosperaram ao ponto de colonizar asteroides, construir bases lunares e criar espaçonaves para viajarem numa supervelocidade próxima à da luz. Porém, mesmo com toda a tecnologia, eles não conseguiram descobrir a cura para a febre que ainda pairava no mundo e era transmitida por uma coisa tão pequena perto da grandiosidade humana: o mosquito Aedes aegypti.
A situação piora, e no momento crucial da Terra, Hannah, a astrofísica criadora da Máquina da Vida, sai em uma missão quase impossível: buscar a cura para a doença numa viagem espacial de 30 anos. Porém, Hannah não está interessada na vacina, ela busca a resposta mais íntima do ser humano: o que é a vida? O que eu sou?

hannah (4)

A Terra depois de sofrer pelo desmatamento, poluição, destruição e superexploração de recursos, é afetada pela febre Luison, uma doença disseminado através da picada do mosquito Aedes aegypti. A situação é tão grave que apenas restam duas regiões habitáveis: a Amazônia e o Pantanal. No entanto, estas regiões não são de livre moradia, apenas uma pequena parcela da população formada pelo exército e por cientistas e ricos possuem permissão para habitá-las.

Hannah é doutora em astrofísica, doutora em cosmologia, física teórica, coordenadora do projeto “Uma Nova Esperança” e criadora da Máquina da Vida. Filha de franceses, a cientista se preocupa apenas com fatos, seu intuito principal na vida é criar uma máquina responsável por criar condições para o surgimento de novas vidas para que desta maneira as mesmas possam colonizar outros países.

Hannah sente que para conseguir compreender melhor a máquina, precisa gerar uma vida e assim o faz. Estrela é uma menininha diferente, pois sabe o que é o amor, um sentimento quase extinto no tempo atual.

Neste novo mundo, muitas coisas se alteram, sendo uma delas, o tempo de gestação humano, que ao invés de ser nove meses, passa para cinco meses e isto devido a exigência do governo em querer um retorno mais rápido quanto aos trabalhos científicos. A gravidez é incentivada, pois devido ao intenso esforço, a taxa de mortalidade é altíssima.

A doutora devido a situação que o mundo está vivendo, começa a pensar em viajar ao tempo, acha que se puder avisar todos na Terra sobre a febre, eles terão tempo e pensarão em uma solução. Contudo, ela recebe a visita de dois cientistas que a convencem que a melhor solução é sim viajar no tempo, mas com o intuito de criar um anticorpo capaz de erradicar a febre.

Depois de muita discussão, enfim, Hannah concorda e se prepara para a tão importante viagem, no entanto, a cientista não pensa somente em salvar a Terra, pensa também em procurar respostas para as suas perguntas.

hannah (3)

Uma leitura rápida, fluida e envolvente! Um livro que apesar de conter poucas páginas, possui muito conteúdo, garanto que ao finalizá-lo será bombardeado de perguntas e reflexões.

Chega a ser assustador a maneira com qual somos apresentados ao enredo, já que estamos vivendo em um período onde o Homem não se importa com a natureza e as consequências geradas devido a intensa exploração, chego a imaginar que pode ocorrer algo semelhante ou até pior, até porque não sabemos até quando este ambiente em que vivemos suportará tanta pressão.

A cada nova leitura um detalhe diferente é percebido e posso confirmar que ao ler pela segunda vez pude compreender melhor o desfecho, hihi! Não há como não mencionar que me lembrei muito do filme “Interstelar” no decorrer da história, o leitor sente que há um quê misturado com o estilo do autor e da mesma forma que há um momento impactante no filme, há também no livro, aquele momento que te faz perder o ar por um instante.

hannah (2)

Ao final do livro, já somos apresentados a sinopse de “Estou Morta?”, o terceiro título da série, uma distopia.

Sinopse:

Você é uma assassina e quer ganhar um bilhão de dólares. Pra isso, basta seguir um manual criado por uma mente psicótica e viver numa cidade misteriosa com um bando de gente estranha. Vamos começar o jogo?

Kara matou a mãe e agora está concorrendo a um bilhão de dólares. Pra ganhar, ela tem que ficar calada, seguir as regras e vencer um jogo. Mas a louca é boca suja demais e vai se envolver numa conspiração valendo a vida de muitas pessoas.

Será que um bilhão de dólares paga a maldade que TheGod, o idealizador do experimento, quer fazer com os participantes?

TheDog, a cidade palco dos jogos foi aberta, agora é seguir o Manual Bíblico e sobreviver. O prêmio de um bilhão de dólares será a última coisa que os jogadores vão querer ganhar depois que o toque de recolher soar.

Bem-vindo à TheDog, a cidade do deus God.

Entre e fique, pois como diz no Décimo Sexto Mandamento: “Não tem como sair”.

O primeiro e segundo livro da série estão disponíveis na Amazon, para comprar, basta clicar aqui e aqui, respectivamente.

Boa leitura, beijos! ♥

Anúncios

2 comentários em “HannaH – Bruno Godoi (Série O Escritor do Calendário #2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s