RESENHAS

A Aventura do Pudim de Natal – Agatha Christie

Oii, boa noite leitores!

Comecei a leitura deste livro achando que encontraria apenas uma história e não é que fui surpreendida com vários contos?! hehe

Logo no início, a autora já explica tudo:

“Este livro de ceia de Natal pode ser descrito como “As capa_aVENTURAS_PUDIM_NATAL.inddSugestões do Cozinheiro- Chefe”. Eu sou o cozinheiro-chefe!
Os pratos principais são dois: A Aventura do Pudim de Natal e o Mistério do Baú Espanhol; várias são as Entrées: A Extravagância de Greenshaw, O Sonho, e O Reprimido, e há, também, um sorvete de frutas: O Caso das Amoras Pretas.
O Mistério do Baú Espanhol pode ser classificado como um Especial de Hercule Poirot. E um caso em que ele considera ter estado em sua melhor forma! Miss Marple, por sua vez, sempre se orgulha de sua perspicácia em A Extravagância de Greenshaw.
A Aventura do Pudim de Natal é um deleite para mim mesma, uma vez que me faz lembrar, com prazer enorme, dos Natais de minha juventude.”

Como a mesma explica, é um livro composto por seis contos, confesso que inicialmente estranhei um pouco devido a rapidez com que os fatos ocorrem, normalmente a autora vai construindo os cenários e sentimentos que devemos sentir no decorrer e neste caso não há tanto suspense, é algo mais direto.

 

A Aventura do Pudim de Natal

Hercule Poirot é convidado a passar o Natal na casa de campo de um príncipe. Inicialmente o detetive não aceita, por ser inglês prefere passar a comemoração em casa da maneira mais confortável e não em uma casa antiga. Porém, depois de muita conversa, enfim, ele aceita. O convite surgiu devido a necessidade do jovem príncipe estar de casamento marcado e ter “perdido” um rubi, joia rara de família, de maneira tola, o que poderia acarretar em um escândalo e posteriormente o fim de seu matrimônio. O mesmo viajou para Londres em busca de diversão e acabou por ficar sem a joia,  emprestou a uma jovem e a mesma desapareceu sem dar explicações.

O detetive embarca neste caso pensando que apenas teria que recuperar a joia, porém, se depara com um bilhete misterioso, um pudim repleto de objetos e acaba presenciando até mesmo um crime.

Que conto mais rápido, nem senti o tempo passar. Cheguei a desconfiar do crime, mas me surpreendi quanto a recuperação da joia, hehe.

 

O Mistério do Baú Espanhol

Neste conto, o detetive Hercule Poirot se interessa por um caso envolvendo um homem encontrado dentro de um baú espanhol com um corte na garganta que está sendo muito discutido no jornal e por conta própria começa a se informar. Posteriormente, o mesmo é convidado pela mulher da vítima, a investigar o crime.

Margharita Clayton lhe explica que o marido recebeu uma carta e que precisava viajar para a Escócia e que por isso não poderia participar de uma festa. Na comemoração estavam vários convidados e como o corpo foi encontrado no recinto, todos se tornam suspeitos. Poirot conversa com todos as pessoas que estavam na festa a respeito do dia do crime e o que pensam a respeito. A partir de uma frase mencionada por um dos convidados do clássico “Otelo”, o detetive começa a fazer uma investigação minuciosa.

Devido a lista de suspeitos ser extensa é difícil chegar a uma conclusão a respeito do assassino logo no início. Me surpreendi muito com o desfecho e tenho certeza que muitos leitores também se surpreenderão e não vão nem acreditar na maneira como aconteceu o crime e o assassino, é uma pessoa tão óbvia. (Ok, paro por aqui, caso contrário, algum spoiler acabará saindo, hehe)

 

O Reprimido

O detetive Poirot recebe a visita em seu escritório de Lilly Margrava, dama de companhia de Lady Astwell. A última lhe pede para chamar o detetive, pois um crime ocorre em sua casa e discorda da decisão da polícia quanto ao principal suspeito. Não consegue crer que o filho da vítima seria capaz de executar tal ato.

Dentre os suspeitos investigados por Poirot estão o secretário, o mordomo, a mulher e o irmão.

Final surpreendente, a autora comprova que até mesmo em poucas linhas pode impressionar o leitor.

 

♥ O Caso das Amoras Pretas

Poirot se encontra com Sr. Bonnington em um restaurante e eles discutem acerca dos pedidos feitos por homens e mulheres, normalmente os homens gostam de pedir sempre a mesma opção, enquanto as mulheres diversificam. A partir do assunto, o acompanhante do detetive faz uma observação a respeito de um cliente que sempre frequenta o restaurante em dois dias específicos da semana, além de se manter no cardápio e que por um motivo não conhecido aparece em um outro dia e pede justamente pratos os quais abomina.

Poirot ouve o relato do amigo e decide investigar este estranho fato, descobrindo posteriormente que o cliente desaparecido é Henry Gascoigne. O mesmo apareceu nas páginas de óbitos do jornal e o detetive não somente descobre isto como também desvenda o mistério acerca de sua morte.

Eu adorei este conto, é uma narrativa extremamente rápida e muito bem explicada, uma das melhores.

 

O Sonho

Poirot recebe uma carta de um tal Sr. Benedict Farley, um empresário rico e excêntrico, o chamando urgente. O mesmo conta ao detetive que todo dia sonha que vai até a escrivaninha, pega o revólver e se mata. Completa ainda que nunca foi hipnotizado e que consultou três médicos que foram insignificantes. Poirot fica intrigado com o caso e ainda mais alarmado depois de receber a notícia da morte do cliente. Começa então a investigar e o que a princípio parecia ser apenas uma simples carta, se torna peça fundamental para a resolução do crime.

A trama é muito bem desenvolvida, adorei!

 

A Extravagância de Greenshaw

Para finalizar, um conto simples e rápido com a presença de Miss Marple. A mesma investiga um crime um tanto quanto estranho, a vítima é assassinada com uma flecha.

Miss Marple para chegar até o autor do crime deve se atentar a pequenos detalhes.

De todos, este foi o mais fraco, esperava mais emoção.

 

Quando comecei a leitura, imaginei que fosse encontrar mais contos de natal, porém não me decepcionei, pelo contrário, adorei os contos e a maneira com que narram muito em pouco tempo, é fantástico!

Boa leitura, beijos! ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s