PROJETO QUATRO POR 4

Projeto Quatro por 4: Em casa para o Natal – Cally Taylor (Especial de Natal #3)

Oii, boa noite leitores!

A resenha de hoje envolve o livro “Em Casa Para o Natal”, da Cally Taylor. O título já foi escolhido para entrar no clima do Natal.

Páginas: 350emcasa

Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.

Bia Constante – Books and Birds

gosteiBeth Prince acredita piamente no amor, mas infelizmente nunca ouviu as três palavrinhas: “Eu te amo”. É uma romântica incurável que por trabalhar no Picturebox, um adorável cinema antigo, está cercada de histórias de amor e sofre por não viver a sua própria. A jovem é tão apaixonada pelo ambiente charmoso que condena a rede Apollo por tratar os negócios de forma tão fria e comercial.
Matt é um dos gerentes da rede Apollo e está trabalhando para conseguir comprar e reformar o velho cinema Picturebox de acordo com o padrão da empresa. Está lutando por este negócio não somente devido a fins comerciais como também por um motivo pessoal muito forte.

Em meio a encontros e desencontros, situações embaraçosas e uma ex-namorada possessiva, Beth e Matt vão se conhecer e descobrir um novo sentimento.

Amei este livro, é um daqueles clichês que acalentam e divertem o coração!

Carla Lopes – Coelho da Lua

termometro

Gosto de livros do tipo “comédia romântica”, mas por algum motivo esta história não me agradou; as personagens não me cativaram.
Creio que seja por não sair da mesmice e abusar da tragédia na vida amorosa dos protagonistas. No começo foi engraçado, mas depois de tanta trapalhada, acabou se tornando cansativo e difícil achar um ritmo de leitura.
Tentei enxergar a história de outra forma, extrair algo dela.. mas acho que não consegui.
Um dos poucos pontos positivos que encontrei foi a forma como a Beth se mantém firme; mesmo com todas as rasteiras que leva, tenta sempre se reerguer da melhor forma possível.

Flávia – Coelho da Lua

gostei

Pense em uma pessoa desastrada com a vida? É Beth. Ela passou a infância e adolescência sendo vítima de bullying pesado, mas aprendeu que se manter às escondidas era o melhor para ela. Mesmo na vida adulta é motivo de piada, seja por amar demais, se entregar demais ou ser hiper fiel àquilo que acredita. E as coisas começam a desandar quando coisas acontecem entre Beth e Aiden.

É uma presepada atrás da outra, revelação atrás de revelação, e descobertas incríveis sobre si mesmo. Beth, mesmo sendo desastrada e às vezes confusa, tenta contornar os problemas e seguir adiante. Mas eis que surpresas também acontecem, coisas inesperadas que se tornam essenciais no decorrer da história, que a sinopse nem ousa citar.

A história é narrada em terceira pessoa, que sempre me causa uma pequena confusão na leitura, intercalando entre Beth e Matt (uma das surpresas). Mas mesmo com esse tipo de narrativa, podemos conhecer muito bem a personalidade de cada um dos personagens, inclusive os motivos de cada um para agirem como agem. E o mais lindo, ao terminar a leitura, é ver como Beth e Matt crescem como pessoa e passam a enfrentar aquilo que mais tinham medo.

Love is in the air!

Mayara – Coelho da Lua

gostei

A história de Beth tem o intuito de mostrar a vida da mulher moderna e os conflitos que nós passamos, é uma tratativa interessante e até mostra o poder feminino de lidar com a vida. Este livro, porém, com o seu abuso de tragédias torna a comédia romântica enjoativa. No todo, posso dizer que gostei da história e da firmeza da personagem mesmo diante de tantos problemas e a conclusão do livro transmite bem o amadurecimento das personagens, principalmente o de Beth, que muito se envolveu na vida com os caras errados e só se frustrou até conhecer Matt e ter uma reviravolta em sua vida. Ler sobre o amor em suas mais diversas faces é algo muito bonito.

A próxima leitura será:

A fúria e a aurora – Renée Ahdieh

afuria
Editora: Globo Alt
Ano: 2016
Edição: 1
Páginas: 336
Tema Central: Ficção

Escritos entre os séculos XIII e XVI, os contos do livro As Mil e uma Noites se tornaram parte do imaginário popular no ocidente, como Aladim e Ali Babá, e a história da jovem Sherazade como fio condutor da narrativa. A autora Renée Ahdieh se inspira nesse clássico da literatura árabe para escrever o livro A fúria e a aurora, lançamento da Globo Alt, uma prosa embebida em uma atmosfera de romantismo e sensualidade trazendo uma visão contemporânea da obra original. O segundo volume da série (The Rose & the Dagger) está atualmente na lista dos dez livros mais vendidos (categoria jovem adulto) do New York Times.

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.

Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.

Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

O que acharam das resenhas? Já leram o título? Se sim, o que acharam da história? Me contem nos comentários!

Boa leitura, beijos! ♥

Anúncios

4 comentários em “Projeto Quatro por 4: Em casa para o Natal – Cally Taylor (Especial de Natal #3)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s