RESENHAS

A Garota do Calendário: Janeiro e Fevereiro – Audrey Carlan (Série A Garota do Calendário #1 e #2)

Oii, boa noite leitores!

Desde o momento em que foi divulgado que seria lançado a série “Calendar Girl”, traduzido no Brasil como “A Garota do Calendário”, da autora Audrey Carlan que eu aguardo ansiosamente para ler. O gênero não é o meu favorito, mas a sinopse me cativou. Aliás, acho fundamental avisar que o conteúdo é adequado para maiores de 18 anos. Participei da escolha da capa e fiquei super contente em saber que a que mais gostei foi escolhida e desde então depois de ler muitas resenhas e até mesmo ouvir comentários de amigos, decidi que era o momento para ler. Estava a procura de um livro mais curto devido a faculdade e fui surpreendida de uma maneira tão agradável. Já li o primeiro e segundo volume, Janeiro e Fevereiro, respectivamente e pretendo resenhar dois livros por vez.

O pai de Mia Saunders está internado em um hospital e está sendo ameaçado por um agiota. Ele contraiu uma dívida de jogo e está devendo uma quantidade exorbitante para o mesmo e a única que pode ajudá-lo é a filha mais velha. Mia é atriz iniciante e para conseguir o dinheiro decide se tornar acompanhante de luxo. A ideia surgiu porque a tia possui uma empresa e quer ajudá-la. Devido aos pagamentos serem mensais, a jovem combina com o agiota que vai dividir a dívida de um milhão de dólares e lhe pagar por mês.

O primeiro cliente é Wes, um roteirista de Malibu que é surfista nas horas vagas. Quem contratou o serviço da jovem na verdade foi a mãe de Wes com o intuito de ajudá-lo nos compromissos, já que sempre fica cercado por mulheres. E apesar de ainda ter uma leve tietagem, Mia se sai muito bem e o que é apenas um trabalho começa pouco a pouco se tornar algo mais. O casal cria um vínculo diferente, o relacionamento que tem durante o mês é repleto de cumplicidade, amizade e o que talvez tenha sido o ponto chave: sem cobranças.

O segundo cliente é Alec Dubois, um artista francês que mora em Seattle. Mia é surpreendida por saber que será a musa do mesmo e por isso poderá acabar tendo que posar nua. Já no primeiro dia ela se machuca, mas ao invés disso atrapalhar seu desempenho como acompanhante, apenas apimentará tudo.

Apesar de Mia ser contratada como acompanhante, não se confundam, ela não é obrigada a ter relações sexuais com nenhum deles, pelo contrário, somente o fará por escolha própria e isso custará aos respectivos um custo extra e serve também para casos como o de posar nua, como ocorre no mês de Fevereiro.

Eu gostei muito da escrita da autora, “Janeiro” me conquistou, me apaixonei pelo companheirismo de Wes e entendi muito bem a decisão final da personagem a respeito dele, há situações que por mais que alguém queria nos ajudar, somente nós podemos resolver.

O livro refente a Fevereiro tem lá seus pontos positivos, mas por ser quase que exclusivamente hot, eu não gostei muito, acho que se tivesse sido explorado mais a história, detalhes do cliente teria sido mais interessante, mas como já mencionei, acho isso porque não curto muito livros extremamente hot.

Ao final de cada livro, a autora aborda qual será o próximo destino e um pequeno trecho sobre o que esperar. Eu mal posso esperar para ler os demais livros e é claro que quero muito saber qual será o desfecho da série, será que Mia terminará com algum dos clientes? Ou será que terminará sozinha e recomeçara a vida em paz por ter pagado a dívida do pai?

Boa leitura, beijos! ♥

 

Anúncios

2 comentários em “A Garota do Calendário: Janeiro e Fevereiro – Audrey Carlan (Série A Garota do Calendário #1 e #2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s